conecte-se conosco



Interior

Médica espera alta essa semana e escreve livro com sua história

Publicado

em

Internada há 16 dias, a médica Dieynne Saugo deve ter alta médica ainda essa semana. Ela continua internada em hospital particular em São Paulo, informou que está se recuperando bem e agradeceu todas as orações em publicação temporárias em rede social. Também revelou que começou a escrever um livro com sua história e irá até Aparecida do Norte (SP), antes de voltar para Cuiabá. A profissional foi picada por uma cobra da espécie jararaca, no dia 30 de agosto, em uma cachoeira de Nobres (146 km a Médio-Norte de Cuiabá).

A médica ainda está com “vaquinha” virutal ativa para arrecadar dinheiro e pagar despesas médicas. Dieynne contou que o plano de saúde não cobriu as dívidas de internação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, um dos mais famosos do país.

Na segunda-feira (14), um internauta perguntou sobre o motivo pelo qual a médica não procurou um hospital em Mato Grosso que atendesse pelo seu plano de saúde e a profissional respondeu: “porque é obvio que eu morreria. Nenhum hospital de Cuiabá tem os mesmos recursos que os hospitais de São Paulo. Meu caso não era grave, era gravíssimo”.

Ainda nas publicações ela informa que ainda não está curada da covid-19 e que fará novo exame na quinta-feira (17). Em um dos posts ela explica que acredita ter sido contaminada pela doença quando estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Cuiabá, onde ficou por poucos dias e passou por traqueostomia.

Ainda no hospital ela revelou que já começou a escrever um livro com sua história e que, antes de voltar para Cuiabá, irá até Aparecida do Norte (SP) pagar promessa. Conta que está muito confiante na recuperação e que vem fazendo fisioterapia para recuperar o movimento do braço picado pelo animal peçonhento.

O caso
A vítima estava em uma cachoeira com amigos quando o animal caiu de um galho ou do paredão sobre ela. A cobra a picou no braço e no pescoço, além de um arranhão no rosto. Ela foi levada para a pousada em que estava hospedada, mas não havia soro antiofídico. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a trouxe para Cuiabá, onde seguiu direto para a UTI de um hospital particular de Cuiabá e, depois, para São Paulo.

 

A família tem compartilhado atualização do estado de saúde da médica nas redes sociais, onde tem milhares de seguidores.

Gazeta

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Interior

R$ 27 milhões em investimentos devem gerar mais de 1.200 novos empregos em Primavera do Leste em 2021

Publicado

em

Seis novas indústrias devem ser instaladas no Distrito Industrial IV; a chegada dessas empresas devem acelerar o desenvolvimento econômico

O Distrito Industrial IV – Adivino Castelli ganhará a instalação de de seis novas indústrias e agroindústrias de médio e grande porte até o fim de 2022. O investimento total será de R$ 27 milhões de reais e durante a execução das obras deverá gerar mais de 1.200 novos postos de trabalho indiretos para o município de Primavera do Leste. E após a conclusão das obras a expectativa é de que sejam criados de 540 a 1.000 empregos diretos com o início das operações das novas indústrias.

Os contratos de compra e venda dos seis terrenos onde as indústrias serão instaladas já foram analisados e aprovados de acordo com as regras de viabilidade técnica e econômica estabelecidas pelo Conselho de Desenvolvimento de Primavera do Leste que foi o responsável pela aprovação de cada projeto.

Para o prefeito Leonardo Bortolin “é muito importante criar estrutura e estímulo para que a indústria se instale no nosso município. Esse diálogo com o setor empresarial é importante porque quanto mais empresas se instalarem aqui, mais empregos serão gerados para a população. Isso é necessário para o desenvolvimento da economia local.”


A LICITAÇÃO

A licitação foi concluída no dia 29 de maio de 2020 e cada indústria foi submetida à aprovação dos projetos de arquitetura, segurança, prevenção de incêndio e ambientais conforme as regras do edital definidas por cada setor competente para licenciamento das obras.

O Distrito Industrial IV – Adivino Castelli foi criado pela Lei Municipal Nº 1788 de 11 de abril de 2019, está localizado às margens da Rodovia BR 070, sentido Campo Verde, numa área de 20 hectares. O distrito foi criado exclusivamente para o desenvolvimento do setor industrial.

SAIBA QUAIS SÃO AS NOVAS INDÚSTRIAS:

  • IDEAL INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE BEBIDAS, mais de 70 empregos diretos e indiretos, investimento aproximado de R$2.500.000,00
  • WAGRON INDUSTRIA E COMERCIO DE INSUMOS AGRÍCOLAS LTDA – Marca do grupo Agrow que produzirá bio inoculantes, fertilizantes, equipamentos para nutrição animal e serviços de georreferenciamento por satélite. Investindo R$ 5.600.000,00 e gerando aproximadamente 80 empregos.
  • VITALE QUÍMICA LTDA – indústria de adubos, investimento de R$10.000.000,00 e mais de 20 empregos diretos.
  • GEBON SORVETES LTDA – indústria de sorvetes, investimento de R$ 6.000.000,00 e 280 empregos diretos, contribuindo fortemente com a agricultura familiar.
  • JJR ALMEIDA NETO (LESTE SOLAR) –  irá fabricar aparelhos e equipamentos fotovoltaicos, investindo R$ 500.000,00 gerando mais de 20 empregos diretos.
  • DENARDI CONSTRUTORA LTDA – trata-se de indústria de módulos pré-fabricados para construção civil no conceito de indústria 4.0. Investimento aproximado de R$2.500.000,00 gerando mais de 70 empregos diretos e 40 indiretos.

Fonte: Assessoria

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana