conecte-se conosco



Política MT

Medeiros e bancada destinam R$ 300 milhões para Mato Grosso

Publicado

em

O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (19.12) a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019, e o senador José Medeiros (Pode-MT), líder da bancada parlamentar de Mato Grosso, destacou a aprovação de quase R$ 300 milhões para o estado, em emendas de bancada.

“Eu e toda a bancada, priorizamos as áreas de saúde, segurança, educação e infraestrutura. Queremos minimizar os gargalos que assolam Mato Grosso. Portanto, o novo governo já poderá começar a destravar alguns pontos nevrálgicos com os recursos que alocamos nessas áreas. Na área de saúde, por exemplo, os recursos são impositivos”, destacou.

Medeiros também detalhou as emendas individuais de sua autoria, no valor de R$ 16 milhões. Segundo disse, houve prioridade também para as áreas saúde, educação e segurança pública. “Os recursos foram destinados para os serviços de atenção básica em saúde, combate às drogas e para desenvolvimento de atividade educacional e de pesquisa”, afirmou.

Sobre as emendas de bancada, o senador destacou a atenção especial de todos os senadores e deputados para o custeio dos serviços de assistência hospitalar e ambulatorial para o cumprimento de metas no valor de mais de R$ 169 milhões, via Fundo Nacional de Saúde. “Os recursos para a saúde foram acordados com o governador eleito Mauro Mendes. Ele esteve no meu gabinete e, por unanimidade, decidimos alocar os recursos em atendimento à saúde dos mato-grossenses”, afirmou.

Infraestrutura – Também foram destinados recursos para apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano, na região metropolitana de Cuiabá em Rondonópolis, além de ações de Defesa Civil em todo o estado. Parte dos recursos da bancada vão para obras de infraestrutura na BR-174 e para o fortalecimento e a modernização das instituições de Segurança Pública, com a aquisição de veículos e equipamentos.

Na área de educação, Medeiros disse que os parlamentares destinaram recursos para a expansão e funcionamento de redes de ensino e instituições federais de educação profissional, científica e tecnológica. “Queremos fortalecer o desenvolvimento científico nos institutos federais de Mato Grosso”, enfatizou.

Assessoria de Imprensa

Política MT

Descubra quanto cada deputado federal gastou em 2020

Publicado

em

Os deputados federais de Mato Grosso utilizaram bastante dos recursos disponíveis para o mandato em 2020. Entre os 8 parlamentares, quem mais gastou foi Carlos Bezerra (MDB). Com a soma da Cota Parlamentar de R$ R$ 447,6 mil adicionada a verba de gabinete no valor de R$ 1,2 milhão, o total de gastos chegou a R$ 1,449 milhão aos cofres públicos. Confira quanto cada deputado federal gastou.

Em seguida vem Nelson Barbudo (PSL), que gastou R$ 401,9 mil com a divulgação da atividade parlamentar e R$ 943,1 mil de gabinete, o que culminou na somatória de R$ 1,3 milhão ano  passado.

Já o deputado Dr. Leonardo (SD) teve gasto de R$ 349,4 mil da cota e R$ 943,1 mil do custeio do pessoal, com o valor final em 12 meses na casa do R$ 1,292 milhões.

Na atuação como deputado, o progressista Neri Geller gastou R$ 301 mil e com verba R$ 980,6 mil, a somatória dos valores no final resultou em R$ 1,292 milhões em 2020.

O parlamentar José Medeiros (Pode) informou que suas despesas foram na casa de R$ 289 mil com demonstração do seu trabalho e R$ 972, 6 mil de gabinete. No total o custo foi de 1,267 milhões.

Já o emedebista Juarez Costa teve gastos na ordem de R$ 251,7 mil com cota e R$ 993,7 mil com gabinete, somando R$1,260 milhões.

A deputada do Partido dos Trabalhadores (PT), Rosa Neide, teve R$ 242,7 mil em cota parlamentar e R$ 996,1 mil do dinheiro direcionado ao custeio do gabinete, o que totalizou R$1,248 milhões.

Filho do atual prefeito de Cuiabá, o deputado Emanuel Pinheiro Neto, conhecido como Emanuelzinho (PTB), declarou R$ 165,5 mil em atividade parlamentar e R$ 932,7 mil de verba para o custeio do pessoal, no fim a somatória foi de R$ 1.098 milhões.

 

Fonte Gazeta

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana