conecte-se conosco



Variedades

Leilão on line da Sefaz tem recorde de lances

Publicado

em

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) concluiu na sexta-feira (14), o registro dos lances do leilão online de 2018. Durante o período do leilão on line, iniciado no dia 30 de novembro, foram dados 10.660 lances em 417 dos 431 lotes, com valores variando de R$ 100 a 120 mil. A arrecadação total chegou a R$ 844.500.0O, sendo que o valor inicial dos lotes era de R$ 695.940,00. O ágio médio dos lances foi de 21,5% acima do preço inicial proposto pela Gerência de Mercadorias Aprendidas (GMA), responsável pela organização do leilão.

Além de Mato Grosso, houve lances dos Estados da Bahia, Paraná e Goiás. O maior lance dado foi para um trator agrícola, que está no posto de fiscalização de Alto Araguaia. O valor inicial era de R$ 50 mil e acabou arrematado num lance de 120 mil. O menor foi para duas caixas de vodca, arrematadas por 210 reais. O maior ágio foi para um lote de bebidas energéticas, vendida 545 por cento acima do valor inicial estimado.

“O leilão foi um grande sucesso. Nunca tínhamos recebido tanta demanda. Vários produtos foram adquiridos com preços até acima do mercado, como um IPhone, por exemplo, cujo preço final acima do que é praticado no comércio”, diz Erivaldo Junior, agente de tributos estaduais, que responde pela Gerência de Mercadorias Aprendidas.

O secretário adjunto de Administração Fazendária, Kléber Santos, atribui o êxito do leilão à estratégia de aumentar a quantidade lotes para que mais pessoas pudessem participar: “Se colocássemos grandes lotes de mercadorias, poucas pessoas poderiam participar. Pulverizando os lotes aumentou a procura. Essa estratégia foi definida junto com a leiloeira oficial”, explica Kleber Santos.

Os compradores dos lotes poderão fazer o pagamento até a próxima sexta-feira, dia 21. Até o final da tarde desta segunda-feira, todos os boletos de pagamentos já estarão disponíveis no site do Superbid (www.majudicial.com.br). Após o pagamento dos lances, os compradores têm prazo de 10 úteis para retirar as mercadorias, junto à GMA, localizada na Rua Pedro Paulo de Faria Júnior, S/Nº, paralela à BR 364, esquina com a Rua X, no Distrito Industrial em Cuiabá, das 13 às 17 horas.

Este foi o nono ano consecutivo que a Sefaz realiza leilões de mercadorias apreendidas. O próximo leilão on line da Sefaz deve ocorrer entre fevereiro e março do próximo ano.

Variedades

Intermat esclarece o que você deve saber antes de comprar um imóvel rural

Publicado

em

Antes de adquirir um imóvel rural é necessário verificar a legalidade da área para diminuir os riscos de se fazer um mau negócio. O Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) esclarece medidas básicas a serem tomadas antes de negociar a compra de uma terra.

Conforme o presidente da autarquia, Francisco Serafim, o passo a passo de checagem de informações para se fazer um negócio seguro inclui, principalmente, buscar informações junto ao Cartório e Registro de Imóveis. “Para uma área ser passível de venda é necessário que esteja registrada em conformidade com a legislação, com posse pacífica e exigir o georreferenciamento”, explica o gestor.

Uma dúvida frequente é quanto à possibilidade de desmembramento da área. Mesmo com a titularidade averiguada, o registro legal do imóvel junto ao cartório, antes de comprar é necessário confirmar a legalidade da divisão da área em frações menores.

O desmembramento de um imóvel rural deve sempre obedecer a Fração Mínima de Parcelamento (FMP) fixada para cada município, e que deve obedecer a regra de que o imóvel original permaneça com, ao menos, a área mínima fixada pela Lei Federal nº 5.868/72.

Veja o que você deve saber antes de comprar uma terra:

 

Histórico completo do imóvel – Solicite ao Cartório de Registro de Imóveis uma certidão dominial, ou sucessória completa. O documento serve para mostrar a sequência cronológica e registro de todas as transmissões ocorridas sobre o mesmo terreno, desde o proprietário atual até a origem da titularidade.

Certidão pela internet – A maioria dos cartórios oferece a busca por certidões pela internet, sem a necessidade de se deslocar pessoalmente até o cartório. A busca pode ser feita pela Central Eletrônica de Integração e Informações dos serviços Notariais e Registrais de Mato Grosso (CEI), após cadastro, clicando AQUI.

Comprovação da origem do título – Após ter a certidão em mãos, é preciso conferir se o primeiro registro da área consta um título emitido pelo Poder Público. Comumente aparece Poder Judiciário, Estado, União, Incra e Intermat.

Verifique quem está vendendo a área – Após acessar a certidão, é possível verificar quem é o último dono da área. Certifique-se de que quem está vendendo a área é o atual proprietário do imóvel.

Confirme a localização – É preciso confirmar que a área do título que consta no primeiro registro tem correspondência de localização com a área que você pretende adquirir.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana