conecte-se conosco



Eventos

Lançamento do “34º Vinde e Vede-2020” será nesta quarta-feira (12)

Publicado

em

A Arquidiocese de Cuiabá realiza na manhã desta quarta-feira, 12 de fevereiro, o lançamento do “34º Vinde e Vede – 2020”. O lançamento oficial será realizado a partir das 8h, no Memorial Papa João Paulo II, bairro Morada do Ouro, em Cuiabá. Participam a imprensa cuiabana, lideranças religiosas, organizadores do evento, parceiros e patrocinadores. O maior evento religioso católico e cívico do Centro Oeste, será realizado nos dias de Carnaval 22, 23, 24 e 25 de fevereiro e terá como foco o de desfiar jovens e população em geral a levantar-se para a vida e fazer a diferença na sociedade.

 

O tema é baseado em uma passagem do Evangelho de São Lucas (Lc 1, 39) “Maria levantou-se e partiu apressadamente”, relativa à visita da Virgem Maria à sua prima, Santa Isabel, mãe de São João Batista. O tema também foi escolhido pelo Papa Francisco para o itinerário trienal das Jornadas Mundiais da Juventude, que culminarão com a celebração internacional do evento previsto para Lisboa no período de 2020 a 2022.

 

“Este tema convida a jovens e sociedade em geral ‘levantar-se’, a apressar-se para viver o chamado do Senhor e para anunciar a boa notícia, assim como Maria o fez. O verbo ‘levantar-se’ no texto original de São Lucas tem também o significado de ‘ressuscitar’, ‘acordar para vida’. Precisamos fazer a diferença em nossas vidas e na sociedade em que vivemos, não podemos fechar nossos olhos aos problemas de nossos semelhantes, às contribuições que podemos dar à nossa comunidade”, enfatizou o arcebispo Dom Milton Santos.

 

O Arcebispo também explica que realiza todos os anos o lançamento do evento para detalhar à sociedade sobre o tema do evento e a programação. “Por isso, contamos com a ajuda de toda imprensa cuiabana e das lideranças religiosas, a exemplo da Renovação Carismática Católica, do Movimento Sacerdotal Mariano e da coordenação geral da Arquidiocese de Cuiabá. Todos são importantes”, disse.

 

Dom Milton adianta que a 34ª edição do carnaval católico terá quatro tardes de evangelização, com catequese, momentos de louvor, agradecimento e intercessão. “Serão quatro tardes de músicas com mensagens, músicas litúrgicas e músicas de fé. Afinal, será o verdadeiro carnaval trazendo a alegria e a palavra de Deus”.

 

O “34º Vinde e Vede – 2020” inicia no sábado, dia 22, com o Micarecristo. Sobem no palco a partir das 19h, os cantores nacionais Boy, Jaqueline Moraes, e da comunidade Shalom, Ana Gabriela. Domingo, dia 23, os louvores iniciam as 14h comandados pela Renovação Carismática Católica (RCC). Sábado, 24, a partir das 14h é a vez do Grande Cenáculo coordenado pelo Movimento Sacerdotal Mariano (MSM). E, terça-feira, dia 25, a banda Kairós anima o palco a partir das 10h30. Serão pregadores Vicente Gomes Machado da RCC de Goiânia, Padre José Francisco do MSM, Padre Bruno Costa da Canção Nova do Distrito Federal e o missionário Flávinho de São Paulo.

 

No encerramento do 34º Vinde e Vede ocorre o lançamento da Campanha da Fraternidade de 2020, cujo tema é “Fraternidade e vida: dom e compromisso”, inspirado na figura de Irmã Dulce, canonizada em outubro do ano passado. “O cartaz da campanha apresenta, ao fundo, o Pelourinho, lugar icônico da capital baiana. E, a mensagem é de ‘vida doada é vida santificada. A vida é um intercâmbio de cuidado’”, finaliza Dom Milton.

 

SUGESTÃO DE PAUTA

O QUÊ: Café da manhã com a imprensa para lançamento do 34º Vinde e Vede –  2020.

Horas: 8h

Quando: Amanhã, quarta-feira, 12 de dezembro

LOCAL: Memorial Papa João Paulo II – centro de espiritualidade e de convenções João Paulo II – localizado na Avenida Oátamo Canavarros, 01, bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Texto e fotos: Rafaela Maximiano DRT/MT-1120

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Eventos

Artistas conseguem espaço para apresentação durante a pandemia

Publicado

em

A música foi e tem sido alento para muitos durante este período de pandemia. Nas rádios, nos aplicativos ou nas transmissões ao vivo, a música pode alimentar a esperança ou o protesto, e estes não precisam necessariamente estar em lados oposto. A contradição está em outra situação, enquanto a música ganhou papel ainda mais importante na vida humana, os músicos perderam emprego e fonte de renda.

Pensando em atender os artistas em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio do Teatro Zulmira Canavarros, Assembleia Social e TV Assembleia, deram início a dois projetos, o programa de TV Arte e Cultura Mato Grosso e o Drive-in Cultural, que estreou no último final de semana.

“Buscamos atender artista que tocavam em barzinhos, que tinham exposição programada e que tiveram tudo cancelado por conta da pandemia. Então a gente entra com aporte de infraestrutura, eu faço a curadoria do programa e a Associação faz o repasse dos cachês”, explica Daniella Paula Oliveira, diretora do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros.

Realizado em parceria com a Associação de Músicos, Compositores e Produtores de Mato Grosso, o programa Arte e Cultura Mato Grosso gravou 16 episódios até o momento e envolveu mais de 100 artistas, não somente músicos. O cantor e compositor de hip hop, Mano Raul Lázaro, foi um dos participantes e recebeu um cachê. Ele conta que toda a classe artística ficou prejudicada neste período.

“Ficamos sem fonte de renda, não tínhamos onde nos apresentar. Eu vivia do hip hop e tive os shows suspensos”, afirma Mano Raul Lázaro, idealizador do projeto Hip Hop Combate as Drogas.

Estela Ceregatti fez a primeira apresentação do Drive-in Cultural, projeto que promove shows em um palco montado no estacionamento do Teatro da Zulmira Canavarros para que a plateia possa acompanhar do carro. Antes, porém, a artista disse que seu trabalho passou por um processo de reinvenção para se adequar à nova situação e os projetos que estavam na “estante” saíram do papel.

“Das apresentações presenciais, fomos nos reinventando. Temos outras atuações, eu e o John Stuart que é meu parceiro, todas relacionadas à música. Somos professores e rejo um coral e passamos a dar aulas virtualmente, fizemos lives que contaram com contribuições voluntárias”, exemplifica a cantora e compositora que atualmente está musicando um livro de história infantil.

Sobre a iniciativa do Teatro Zulmira Canavarros, Estela destacou que o projeto do drive-in propõe um diálogo um pouco mais próximo com o público depois de tanto tempo de afastamento e ainda oferece uma possibilidade de renda para os músicos. “É uma proposta que traz benefícios para todos, para nós músicos que passamos por um momento delicado e que podemos apresentar nosso trabalho e ser remunerado por ele e ainda às famílias que puderam sair de suas casas e acompanhar uma apresentação com estrutura legal e interação completamente inusitada”, descreveu Estela Ceregatti.

O programa Arte e Cultura Mato Grosso é exibido pelos canais da TVAL, sempre aos sábados, às 15 horas, com reprises às 15 horas e 20 horas de domingo. Já o projeto Drive-in Cultural inicialmente será realizado uma vez por mês e a próxima apresentação será em outubro, mas ainda não tem uma data definida.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana