conecte-se conosco



Interior

Jovem ‘derruba esquema’ do CV e acaba baleado pelo amigo

Publicado

em

Ex-detento de 23 anos foi baleado, no final da noite de segunda-feira (14), em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), por um amigo de infância. Segundo a vítima, ele acredita que foi alvo da tentativa de homicídio após ‘derrubar um esquema’ de uma facção criminosa que atua na cidade.

 

De acordo com as informações, o crime foi registrado por volta das 23h no bairro Vila Poroxo. A vítima contou que estava em casa quando o amigo invadiu o local e, em posse de arma de fogo, atirou contra o rapaz e fugindo em seguida.

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou a vítima ferida para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) com um tiro no braço, na altura do cotovelo.

 

Segundo ele, o atirador é seu amigo de infância e que sempre frequenta a sua casa. A possível motivação para a tentativa de homicídio seria a denúncia de um esquema de uma facção criminosa.

 

A vítima narrou que esteve preso na Mata Grande e que chegou a denunciar uma ação dos criminosos e com isso, ‘derrubou o esquema’, mas não quis entrar em detalhes sobre o que seria. O caso foi registrado pela PM e será encaminhado à Polícia Civil, responsável em investigar o caso. Não há prisões até a manhã de terça-feira (15).

Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

Pleno faz determinações à Prefeitura de Sorriso sobre folha de pagamento

Publicado

em

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) julgou procedente Representação de Natureza Externa (RNE) movida pela Controlaria-Geral do Município de Sorriso, que apontou supostas irregularidades relativas à folha de pagamento dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento do município, constatadas em auditoria realizada em 2018. O julgamento foi realizado na sessão ordinária remota do dia 29.

Conforme o relator, conselheiro João Batista de Camargo, após análise do relatório técnico de fiscalização do TCE-MT e do parecer do Ministério Público de Contas (MPC), ficou evidente a procedência de nove irregularidades referentes ao pagamento de horas extras a servidores da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento.

Entre elas, o pagamento de horas extras sem prévia autorização e justificativa e sem comprovação da situação emergencial, exigida na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) quando ultrapassado o limite de gasto com pessoal fixado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Em seu voto, aprovado por unanimidade, o relato apontou ainda o pagamento de adicional de insalubridade sem prévia emissão de laudo técnico, o pagamento de incentivos financeiros aos servidores da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento sem previsão legal e a contratação de pessoal por tempo determinado para cargos existentes no quadro permanente de pessoal e sem a comprovação da necessidade excepcional.

Frente ao exposto, o Pleno expediu nove determinações à Prefeitura de Sorriso, dentre elas a de que, caso não tenha sido implementado o sistema eletrônico de controle de frequência no âmbito do Poder Executivo, seja feito o controle manual. Do contrário, que utilize o controle manual apenas nas hipóteses de falha no sistema eletrônico. Foi determinado também que a atual gestão promova ajustes na despesa com pessoal, a fim de promover a regularização do limite atual para percentual menor que 51,30%.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana