conecte-se conosco



Esportes

Jogadores de Operário-PR e Cuiabá brigam após a primeira partida da final da Série C

Publicado

em

Foto: Josué Teixeira/Gazeta do Povo

Logo após o empate entre Operário-PR e Cuiabá por 3 a 3 neste sábado, no Germano Krüger, em Ponta Grossa, pelo jogo de ida da final da Série C, os jogadores das equipes brigaram dentro do estádio. O motivo exato da confusão não foi explicado e ninguém, inicialmente, foi expulso.

Cerca de dois minutos depois do encerramento da partida, os atletas do Fantasma e do Dourado entraram em conflito perto da saída dos vestiários das equipes. Membros das comissões técnicas tentaram e conseguiram apartar a briga por um momento, mas a pancadaria voltou a acontecer na sequência.

O quebra-pau só parou quando seguranças do estádio e a Polícia Militar (PM-PR) se envolveram e separaram os brigões. Apesar da confusão ter sido próxima da torcida, nenhum torcedor entrou em campo e participou.

– Muito triste isso que aconteceu. Fica feio para o Operário-PR e para a nossa cidade. Fatos e provocações que aconteceram antes dos outros jogos (entre eles). Isso vai ficando, acumulando e ninguém tem sangue de barata. Ainda bem que nossa torcida não fez nada – lamentou Álvaro Góes, presidente do grupo gestor do Operário-PR, em coletiva de imprensa.

Com a briga apartada, os jogadores retornaram aos seus respectivos vestiários. Surgiu a informação que o vestiário do Cuiabá havia sido quebrado pela delegação, mas o dirigente disse que só verificaria a procedência sobre o ocorrido.

– Não entrei lá para ver. Se eles quebraram é problemas deles, mas não acho que seja do nível do Cuiabá fazer uma coisa dessa. Jamais faríamos isso na casa dos outros – completou.

Operário-PR x Cuiabá - confusão — Foto: Josué Teixeira/Gazeta do PovoOperário-PR x Cuiabá - confusão — Foto: Josué Teixeira/Gazeta do Povo

Fonte: Por GloboEsporte.com, Ponta Grossa

Clique para comentar
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Esportes

Campeonato Mato-grossense Martinello Sicredi 2021: FMF anuncia patrocinadores masters da competição

Publicado

em

A Federação Matogrossense de Futebol anunciou a renovação do patrocínio master da Martinello e Sicredi em 2021, o que permitirá que a entidade custeie novamente toda a logística da competição neste ano em jogos fora de casa (incluindo hotelaria, alimentação, transporte, arbitragem e delegados). A competição será chamada, mais uma vez, de Campeonato Mato-grossense Martinello Sicredi 2021.

Para se ter uma ideia da importância do apoio da FMF aos clubes mato-grossenses, nem a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) costuma pagar a arbitragem em competições nacionais. Este custo sempre foi adquirido pelos clubes.

Este ano também já foram confirmados os patrocínios da Puríssima, Mika, XBRI Pneus, Eucatur, Unimed, Topper e LuckSports.

“Nós, da Federação trabalhamos muito para resgatar a credibilidade, o profissionalismo e a organização do futebol mato-grossense. Estamos crescendo dentro de campo com títulos e boas campanhas, e queremos que nossa federação cresça junto. Queremos trabalhar incessantemente para que nossos times voltem a fazer acessos e busquem títulos nacionais, por isso temos melhorado a estrutura ofertada a eles”, declarou o presidente da instituição, Aron Dresch.

REALIZAÇÕES EM 2020

Na temporada 2020 a FMF, assim como em todo o país, paralisou o futebol na segunda fase da competição devido ao covid-19.

“Quando a competição foi paralisada, fomos a única Federação do país, a repassar para as equipes o valor de R$ 120 mil para que pudessem finalizar com suas obrigações trabalhistas com os atletas. Depois, esperamos o momento certo de recomeçar e além de pagar os custeios de logística, liberamos quase R$ 150 mil para os clubes contratarem jogadores para a reta final”, lembrou o presidente.

CAMPEONATO MATO-GROSSENSE 2021

O Campeonato Mato-grossense Martinello Sicredi 2021 inicia no dia 28 de fevereiro. Dez equipes disputarão a competição: Ação, Cuiabá, Dom Bosco, Luverdense, Grêmio Sorriso, Nova Mutum, Operário Várzea-grandense, Poconé, Sinop e União.

 

 

Da redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana