conecte-se conosco



Polícia

Integrantes de facção são presos com armas, munições e veículo em Rondonópolis

Publicado

em

Três jovens, dois deles considerados foragidos da Justiça, foram presos no município de Rondonópolis (212 km ao Sul), em poder de duas pistolas 9 milímetros, munições e um veículo roubado. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Polícia Judiciaria Civil, na tarde de quarta-feira (30.08).

Marcos Paulo Gomes da Silva, 23, conhecido como “Maninho”, e os irmãos Denilson Leite da Silva, 23, o “Nilsinho” e Deivison Leite da Silva, 19, foram autuados em flagrante pelos crimes de posse ou porte irregular de arma de fogo de uso restrito ou proibido e associação criminosa.

Todos os suspeitos possuem extensa ficha criminal. Os irmãos, Denilson e Deivison, estavam com os mandados de prisão em aberto por homicídio ocorrido na cidade de Noxa Xavantina. 

Com o trio, foi apreendido um veículo Fiat Palio com registro de roubo no município de Pedra Preta e o documento CRLV do automóvel apresentado pelos suspeitos era falso.

As diligências iniciaram após os policiais receberem informações sobre possíveis integrantes de uma facção criminosa, que estariam em Rondonópolis com diversas armas de fogo e planejando roubos na região. Segundo a denúncia, os suspeitos foram os escolhidos pela organização criminosa, para cometerem atentados contra policiais na cidade.

Durante as investigações, os policiais da Derf conseguiram identificar uma quitinete no bairro Jardim Reis, apontada como esconderijo dos suspeitos. Após certo tempo de vigilância, os investigadores lograram êxito em abordar o trio, quando chegavam no veículo Fiat PalioNo momento da abordagem, cada um dos suspeitos estava em poder deuma arma de fogo, semiautomáticas de calibre 9 milímetros.

Na quitinete, foi apreendida uma sacola contento diversas munições de 9 milímetros. Em checagem do Fiat Palio foi verificado que a placa não condizia com a numeração dochassi, sendo constatado se tratar de veículo roubado em Pedra Preta, no mês de junho.

Durante as checagens, também foram descobertos os mandados de prisão em aberta contra os irmãos, por homicídio em Nova Xavantina. O crime foi praticado no dia 14 de julho,quando a vítima foi morta por quatro disparos de arma de fogo.

Na residência do envolvido Marcos Paulo, foi localizado vários objetos proveniente de roubo à residência, como notebook, jogo de chave de fendas, lanternas, sanduicheira, garrafas de vinho, bolsas femininas, máquina fotográfica, entre outros produtos.

Diante dos fatos os três jovens foram conduzidos à Derf, interrogados e autuados em flagrante delito por posse ou porte irregular de arma de fogo de uso restrito ou proibido e associação criminosa. Bem como dado cumprimento aos mandados judiciais de prisão contra Denilson e Deivison.

As prisões foram realizadas com apoio das equipes do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Água Boa, Diretoria de Inteligência e Delegacia de Nova Xavantina.

 

 

Assessoria de Comunicação Social/PJC 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

NESTE MOMENTO: Quatro corpos são encontrados com sinais de execução

Publicado

em

Quatro pessoas foram brutalmente assassinadas possivelmente no final de semana na cidade de Aripuanã, noroeste de Mato Grosso. Os corpos das vítimas foram encontrados com sinais de execução nesta segunda-feira, dia 23, numa mata entre Tutilândia e Aripuanã, no Mato Grosso.

Uma das vítimas identificada como Deuzilene Tavares, de 40 anos, conhecida como “Babalu” teve seu corpo completamente carbonizado. Informações iniciais são de que o filho dela Luiz Felipe, de 19 anos, e o marido dela identificado apenas como Maiado também foram mortos no local, além de um outro homem que supostamente teria pego carona com as vítimas que também foi assassinado.

De acordo com as primeiras informações, os corpos, dois deles algemados, estavam ao lado de um veículo que também foi incendiada tudo isso para dificultar os trabalhos da perícia oficial que já se deslocou para o local juntamente com uma equipe de policiais civis da regional de Juína.

Num aplicativo de mensagem circulam áudios em que relatam que uma quinta pessoa que seria uma mulher teve sua vida poupada pelos executores, ela estava gestante e teria sido trazida até Juína e depois foi ordenada para ir embora se não morreria.

A polícia civil vai apurar os reais motivos dos assassinatos bem como autoria, no entanto, uma das hipóteses que foram levantadas é que as execuções tenham algo relacionado com o garimpo daquele município, porém as investigações deverão esclarecer com precisão todos os fatos.

 

Por Juína News

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana