conecte-se conosco



Cultura

Inscrições para Orquestra Jovem Sesc Pantanal começam nesta segunda

Publicado

em

Inscrições para Orquestra Jovem Sesc Pantanal começam nesta segunda

As inscrições para a Orquestra Jovem Sesc Pantanal começam nesta segunda-feira (10/02), no Sesc Poconé. São 117 vagas disponíveis, entre rematrículas e matrículas novas, para aulas de flauta transversal, clarineta, saxofone, trompete, trombone, tuba, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, de flauta-doce e percussão. As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de fevereiro, das 9h às 13h e das 15h às 19h. A primeira aula acontece no dia 18 de fevereiro.

O Sesc Pantanal oferece aos alunos todo o material de uso coletivo e individual, uniforme, lanche e também transporte que passa pelos bairros Cohab Nova, Bom Pastor, João Godofredo, Centro e Cruz Preta, utilizando pontos estratégicos para alcançar os alunos que moram mais distantes.

Dentre as 117 vagas ofertadas, 77 serão disponibilizadas para as rematrículas dos alunos veteranos. As outras 40 vagas serão distribuídas, sendo 32 de forma gratuita, por meio do Programa de Comprometimento e Gratuidade do Sesc (PCG) que privilegia pessoas com renda familiar de até três salários mínimos, prioritariamente trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, e seus dependentes, além de alunos matriculados ou egressos da educação básica pública. Já as outras oito vagas serão destinadas ao público pagante, sendo cobrado o valor mensal de R$ 20 para trabalhadores do comércio com o Cartão Sesc na validade e R$ 40 para o público em geral.

No momento da inscrição, realizada na Sala de Matrícula, o candidato ou responsável deve apresentar os seguintes documentos: RG ou Certidão de Nascimento, CPF, Comprovante de Residência (com emissão inferior a 60 dias).

De acordo com a superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano, as aulas da orquestra são uma oportunidade para as crianças desenvolverem seus talentos. “Mais que aprender a tocar um instrumento, as aulas também contribuem para a memorização, concentração e trabalho em equipe”, destaca.

Novo Aprendizado

Aluno da orquestra em 2019, Leandro Torrezan, 15 anos, do bairro Godofredo gosta de música pela possibilidade de aprender. “Escolhi o violoncelo porque é um instrumento lindo, com um som bonito. As músicas nele ficam maravilhosas. A música representa muitas coisas para mim, representa vida, amor, felicidade e respeito”, disse.

A técnica de enfermagem Cristina Astrizi, 32 anos, mãe do Leandro, conta que o filho sempre gostou de música e, desde os 10 anos, já tinha o interesse em tocar um instrumento. “Ele teve uma mudança muito positiva depois que iniciou a orquestra. É muito cuidadoso, pontual e tem desempenhado um talento maravilhoso. É maravilhoso esse curso”, avalia.

Para mais informações, acesse o edital pelo link http://abre.ai/sescpantanal

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Instituto Moinho Cultural realiza intercâmbio virtual com a Orquestra Ouro Preto

Publicado

em

Para mostrar que a força da arte não tem barreiras, o Programa Vale Música uniu a musicalidade da Orquestra Ouro Preto e a vitalidade da dança do Instituto Moinho Cultural, em um vídeo especialmente gravado durante o período de distanciamento social. A música “La Muerte del Ángel”, do compositor argentino Astor Piazzolla (1921-1992), foi escolhida fazer essa ponte entre Ouro Preto-MG e Corumbá-MS. O vídeo pode ser acessado nas redes sociais e no canal da Orquestra Ouro Preto no YouTube.

De casa, o Maestro Rodrigo Toffolo, os músicos da Orquestra e os bailarinos, da Cia. de Dança do Pantanal gravaram suas interpretações e mostraram a beleza desse intercâmbio artístico como uma forma de amenizar e acalentar o coração do público nesses dias de incertezas. O desafio era fazer algo inédito que trouxesse o movimento da dança para ilustrar toda a dramaticidade da música do compositor argentino. O resultado é um vídeo cheio de vida, inspiração e que abre os olhos para novas perspectivas.

“Essa troca de experiências entre as instituições é um intercâmbio rico e complementar, que trouxe traduções interpretativas diferentes e cheias de personalidade. Um encontro fértil entre partes distintas, que demonstra com clareza que a união, por meio do fomento cultural, acelera o desenvolvimento artístico, humanístico e, consequentemente, o social. E toda jornada tende a ser mais prazerosa em boa companhia”, destacou o Maestro Rodrigo Toffolo.

Com patrocínio da Vale, a Orquestra Ouro Preto atua, por meio do Programa Vale Música, na formação musical de crianças e adolescentes nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará. A Cia. de Dança do Pantanal é um projeto do Instituto Moinho Cultural que atua com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social, tendo já beneficiado mais de 20 mil pessoas.

 

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana