conecte-se conosco



Interior

Homem é preso por estupro de vulnerável após fugir com menor de 13 anos pra zona rural

Publicado

em

Um homem que estava mantendo um relacionamento amoroso com uma adolescente, de 13 anos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (20.08), na zona rural do município de São Félix do Araguaia (1.200 km a Nordeste), após a vítima fugir de casa para ir morar com o suspeito.

A ação da Delegacia de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste) resultou na autuação em flagrante do suspeito, R.B., 23 anos, por estupro de vulnerável.

As diligências iniciaram após a mãe da adolescente procurar a Polícia Civil de Porto Alegre do Norte, no dia 18 de agosto, informando que sua filha, de 13 anos, estava namorando um homem, de 23, sem seu consentimento. Segundo a comunicante, ela por diversas vezes, insistiu para que a filha terminasse o “namoro”, porém sem sucesso.

No sábado (16), o jovem apareceu na residência para buscar a menina para ir morar com ele na fazenda em que trabalhava, na região do distrito de Espigão do Leste, município de São Félix do Araguaia. A mãe tentou impedir que a filha deixasse a casa, porém a menor disse estar apaixonada pelo suspeito e que iria embora com ele.

Diante dos fatos, os policiais civis de Porto Alegre do Norte iniciaram diligências ininterruptas com objetivo de localizar o casal. Na tarde de terça-feira (20), a equipe logrou êxito em abordar o suspeito e a vítma em uma propriedade rural no distrito de Espigão do Leste.

Na ocasião, o suspeito, R.B. de 23 anos e a adolescente, L.F.B. de 13 anos, foram encaminhados até a Delegacia de Polícia de Porto Alegre do Norte. Após ouvir a menor e interrogar o suspeito, a delegada Carla Evangelista Linderberg Nogueira, lavrou o flagrante pelo crime de estupro de vulnerável.

 

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Interior

Nova Brasilândia decreta emergência por causa de chuvas

Publicado

em

O município de Nova Brasilândia (215 km ao sul de Cuiabá) decretou estado de emergência por causa das fortes chuvas na região que danificaram pontes e deixaram comunidades ilhadas.

 

Segundo o decreto 17/2020, a grande quantidade de chuva aumentou o nível dos rios e várias pontes “acabaram sendo destruídas e danificadas, tornando precária e interrompida a trafegabilidade nas estradas que cortam o município”.

 

A situação é mais crítica na zona rural, especialmente nos acessos às comunidades Santa Rosa, Santa Amélia e Fica Faca e nas regiões da Biboca e Córrego Grande.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana