conecte-se conosco



Variedades

Homem é detido após retirar corpo da avó de túmulo e dançar com cadáver na rua

Publicado

em

Um homem de 32 anos foi detido em Manaus na madrugada desta quinta-feira (2) após desenterrar o corpo da avó do cemitério Morro da Liberdade, Zona Sul da capital amazonense, e dançar com o cadáver na rua. Segundo a polícia, a família do homem informou que ele tem problemas psiquiátricos.

Ele foi levado para a delegacia e depois para um pronto socorro, onde deverá ficar até receber alta. Depois que for liberado, o homem deverá prestar depoimento sobre o caso.

De acordo com a polícia, o homem saiu do cemitério com o cadáver nos ombros, caminhando pela rua. A polícia foi chamada após ele ser visto dançando abraçado ao corpo a cerca de 1 quilômetro de distância do cemitério, no Beco dos Pretos, Centro da capital.

O homem foi amarrado por populares e familiares num poste até a chegada da polícia. O corpo estava no chão no momento da chegada de policiais .

“Familiares informaram que ele tem um laudo médico informando que ele tem transtornos mentais e que ele tinha interesse em resgatar, além da avó, outros familiares”, completou o tenente.

 

Por G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Nova gasolina deve reduzir consumo, mas será mais cara

Publicado

em

Postos de todo o país já podem vender a nova gasolina, que traz novidades para melhorar a qualidade e a eficiência do combustível. Características que não vão sair de graça para os motoristas. A promessa é de uma gasolina com os mesmos padrões do combustível europeu.

Entre as novidades há uma mudança no método de destilação e uma alteração na quantidade de gasolina em cada litro: mínimo de 715 kg/m3, o que dificulta a adulteração.

Com todas essas alterações, o consumo de gasolina dos veículos deve diminuir entre 3% e 6%, mas a queda deve ser compensada pelo aumento no preço do combustível, que por conta das novas regras deve ficar mais caro  a gasolina também vai ser menos poluente.

“Normalmente o combustível é adulterado com a adição de solventes, que são leves”, diz Márcio Andrade, presidente do Sindiposto. “Com o peso mínimo vai ser mais fácil identificar se o combustível é de boa qualidade.”

Há ainda a octanagem, que define o poder de explosão da gasolina  o mínimo agora passa de 87 para 92 octanos.

O mecânico William Batista explica: “Esses cinco pontos a mais de octanagem deixam a gasolina mais potente e eficiente. Ou seja, o consumo do veículo deve diminuir”.

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) definiu um prazo de até 90 dias para distribuidoras e postos esvaziarem os estoques com o produto antigo.

“As distribuidoras vão ter sessenta dias para se adequarem e os postos trinta dias a mais”, diz Edneia Caliman,, especialista em regulação de petróleo e derivados da ANP.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana