conecte-se conosco



Política MT

Governo detalha pacote de medidas a deputados nesta quarta-feira

Publicado

em

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

A pedido do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), o governador Mauro Mendes (DEM) vai detalhar, para os deputados, os projetos de leis que visam buscar o reequilíbrio financeiro do Estado, que passa por uma grave crise econômica e amarga dívidas na ordem de R$ 3,9 bilhões. O encontro será nesta quarta-feira (09.01), às 11 horas, no Palácio Paiaguás. Na sequência, esses projetos serão protocolados na Casa de Leis, na quinta-feira (10.01), às 11 horas.

O pedido de Botelho foi feito durante reunião com o governador, na manhã desta terça-feira (08.01), em que também participou o líder do governo na ALMT, deputado Dilmar Dal Bosco.

“Sugeri uma reunião ampliada com todos os deputados para apresentar os números, assim, como foi feito com o Fórum Sindical sobre o que está acontecendo com a arrecadação e as perspectivas que se tem. Pois, estamos vivendo um momento em que estado chegou a ponto de colapso, estamos com rombo nas contas de quase R$ 4 bilhões, bem mais do que se esperava”, alertou Botelho.

Ele conclamou a força-tarefa à consolidação de um plano de recuperação do estado, com projetos a médio e longo prazos, até que o estado volte a ter capacidade de investimentos. Disse que o momento é importante para que os parlamentares promovam à limpeza da pauta ainda em janeiro. “São muitos projetos que a Assembleia tem que votar, como o substitutivo da LOA, LDO, contas do governador Pedro Taques e vetos. Espero que os deputados venham às sessões para cumprirmos nossa missão de votar os projetos e vetos em pauta”, concluiu Botelho.

Política MT

Descubra quanto cada deputado federal gastou em 2020

Publicado

em

Os deputados federais de Mato Grosso utilizaram bastante dos recursos disponíveis para o mandato em 2020. Entre os 8 parlamentares, quem mais gastou foi Carlos Bezerra (MDB). Com a soma da Cota Parlamentar de R$ R$ 447,6 mil adicionada a verba de gabinete no valor de R$ 1,2 milhão, o total de gastos chegou a R$ 1,449 milhão aos cofres públicos. Confira quanto cada deputado federal gastou.

Em seguida vem Nelson Barbudo (PSL), que gastou R$ 401,9 mil com a divulgação da atividade parlamentar e R$ 943,1 mil de gabinete, o que culminou na somatória de R$ 1,3 milhão ano  passado.

Já o deputado Dr. Leonardo (SD) teve gasto de R$ 349,4 mil da cota e R$ 943,1 mil do custeio do pessoal, com o valor final em 12 meses na casa do R$ 1,292 milhões.

Na atuação como deputado, o progressista Neri Geller gastou R$ 301 mil e com verba R$ 980,6 mil, a somatória dos valores no final resultou em R$ 1,292 milhões em 2020.

O parlamentar José Medeiros (Pode) informou que suas despesas foram na casa de R$ 289 mil com demonstração do seu trabalho e R$ 972, 6 mil de gabinete. No total o custo foi de 1,267 milhões.

Já o emedebista Juarez Costa teve gastos na ordem de R$ 251,7 mil com cota e R$ 993,7 mil com gabinete, somando R$1,260 milhões.

A deputada do Partido dos Trabalhadores (PT), Rosa Neide, teve R$ 242,7 mil em cota parlamentar e R$ 996,1 mil do dinheiro direcionado ao custeio do gabinete, o que totalizou R$1,248 milhões.

Filho do atual prefeito de Cuiabá, o deputado Emanuel Pinheiro Neto, conhecido como Emanuelzinho (PTB), declarou R$ 165,5 mil em atividade parlamentar e R$ 932,7 mil de verba para o custeio do pessoal, no fim a somatória foi de R$ 1.098 milhões.

 

Fonte Gazeta

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana