conecte-se conosco



Cuiabá

Filho de juiz atropela, foge e saca revólver em Cuiabá

Publicado

em

Filho de magistrado é investigado por trafegar na contramão, atropelar motociclista e fugir do local de acidente em Cuiabá. De acordo com testemunhas, Paulo Eduardo Martini, 30, ainda fez menção de fazer disparos contra condutores que seguiram a caminhonete Hillux que ele conduzia, logo após a fuga dele. Crimes vêm sendo investigados pela Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran). Acidente provocado pela caminhonete placas QBX-1261 foi registrado pelas câmeras de segurança de um posto de combustível, onde o condutor fez a manobra após o acidente.

 

A colisão ocorreu às 15h27 de segundafeira (19), na avenida Isaac Póvoas, diante da praça 8 de Abril. As imagens mostram a caminhonete fazendo a conversão irregular, trafegando na contramão, momento em que o motociclista e demais veículos seguiam pela via. O piloto Robson da Silva Souza, 36, disse que só não morreu pela proteção divina. Quando percebeu que a Hillux vinha em sua direção, fez uma manobra rápida para tentar desviar, mesmo assim, atingiu a carroceria. Com o impacto, foi lançado por cima do veículo.

 

Foi socorrido pelo Samu e teve alta médica após 22h. Mas, ontem, em casa, sofria com dores na coluna cervical e bacia e acreditava que teria que retornar para o atendimento médico. A moto foi guinchada por um amigo e não tem condições de trafegar. Robson sustenta a família e os 3 filhos com o salário de entregador. Entrega marmitas pela manhã e, à tarde, trabalha para uma confeitaria da Capital. Seguia para uma entrega quando foi atingido pela caminhonete.

 

Quanto às ameaças do motorista, disse que outros pilotos viram o acidente e seguiram a caminhonete, que saiu em velocidade. Próximo ao Parque Mãe Bonifácia, conseguiram se aproximar, mas o condutor sacou da arma e ameaçou atirar. Uma mulher que estava com ele impediu.

Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Repórter do Cadeia Neles registra BO contra colega após ameaça

Publicado

em

O repórter Franciel Almeida da TV Vila Real e o colega Giovane Júnior do SBT, se desentenderam durante uma pauta, na noite desta quinta-feira (04).

Profissionais de emissoras renomadas na capital, se desentenderam e um boletim de ocorrência foi registrado.
Franciel acusa Giovane de ameaça, injúria e difamação. Repórter da Vila Real, ele diz ter sido ameaçado e agredido pelo colega de profissão.
Ambos foram conduzidos para Central de Flagrantes após se desentenderem.
A confusão começou quando Giovane, chegou para uma reportagem e não gostou da forma como Franciel olhava e apontava para o veículo da TV.

Em seguida as ameaças verbais e palavrões foram desferidos, tudo foi testemunhado pelo Tenente Marcos de Melo.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana