conecte-se conosco



Cuiabá

Ex-secretário não paga fiança e continua preso

Publicado

em

Mesmo com a decisão para sua soltura na noite de sexta-feira (25), o  ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira continua preso no Centro de Custódia de Cuiabá. Segundo a defesa dele, até às 10 horas deste sábado (26) ele não havia sido solto porque ainda não havia pago fiança. No entanto, o pagamento deve ser feito ainda hoje.

 

Atualizada às 9h01 – Preso na noite de quinta-feira (24) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), por suspeita de receber propina de uma empresa, o ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira conseguiu liberdade provisória na noite de sexta-feira (25) com o argumento de ser do grupo de risco para a covid-19 e também por possuir “predicados pessoais favoráveis”.

 

A decisão é do juiz Jurandir Florêncio de Castilho Júnior, que determinou fiança de 30 salários mínimos, ou seja, R$ 31.350, além de uso de tornozeleira eletrônica e proibição de acesso aos órgãos do Poder Executivo.

 

Wanderson foi preso após denúncia anônima de recebimento de propina de uma construtora. Com ele foram encontrados R$ 20 mil em dinheiro, sobre os quais foram dadas respostas evasivas sobre a origem. Ele estava na Casa Civil desde 2019, mas foi exonerado após a prisão.

 

Em sua decisão, o magistrado afirma que não vê elementos que permitam “supor que, em liberdade, o autuado se furtará à aplicação da lei”. E que sobre os possíveis danos ao erário “se faz necessário também a aplicação da medida cautelar de prestação da fiança”.

 

 

Fonte:Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Decreto altera horário de bares, lojas e adia toque de recolher

Publicado

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), alterou o Decreto nº 8.166 e modificou as medidas preventivas à covid-19. As novas regras autorizam o comércio varejista a abrir todos os dias e estende o toque de recolher até 31 de outubro e também altera horário de funcionamento para bares e restaurantes.

O decreto considera a estabilização dos casos de covid-19 na capital, resultado de ações preventivas adotadas anteriormente.

Conforme o documento, ninguém pode circular na cidade entre as 01h às 05h até o dia 31 de outubro, exceto trabalhadores dos serviços essenciais e em caso de emergência.

O comércio em geral, incluindo o Shopping Popular, está autorizado a abrir as portas de segunda a domingo das 9h às 19h.
Distribuidoras de bebidas podem abrir de segunda a domingo, das 11h às 00h.

Bares e restaurantes podem abrir por mais uma hora. Agora o horário de funcionamento é de segunda a domingo, das 11h às 00h, inclusive nos feriados.  Eventos podem ocorrer até meia-noite e provadores de roupas estão liberados.

Cuiabá tem 1.009 mortos pela covid-19 e 27.440 casos da doença. (Com informações da assessoria)

Gazeta

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana