conecte-se conosco



Polícia

Estelionatários que aplicavam golpe pela Internet são presos em Rondonópolis

Publicado

em

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul) prendeu em flagrante, na tarde de quinta-feira (17.01), dois homens acusados de atuar no golpe de aplicados através de sites de compra e venda pela Internet. Os suspeitos, Bruno Siqueira Santos, 23, e Werik Adriel de Almeida Miranda, 19, foram atuados por estelionato.

A prisão dos suspeitos ocorreu após a equipe da Derf- Rondonópolis receber informações sobre um crime de estelionato, ocorrido na cidade de Imperatriz (MA), em que um senhor foi vítima de um anúncio falso de veículo postado em um site da Internet. A vítima negociou o veículo Toyota Corolla pelo valor de R$ 50 mil, fazendo a transferência do valor para uma conta da Caixa Econômica Federal.

Com base nas informações passadas pela vítima, os policiais da Derf conseguiram identificar a conta que estava em nome de Werick Adriel de Almeida Miranda. Nesta quinta-feira (17), o suspeito foi localizado dentro da agência bancária, no momento em que tentava sacar parte do dinheiro.

Com a prisão do acusado, os policiais chegaram ao suspeito Bruno Siqueira Santos, que é acusado de agenciar outros golpes semelhantes na cidade, sendo ele o responsável por gerenciar contas para o depósito do dinheiro, após a prática do golpe.

No celular de Werick, foi encontrada uma conversa com Bruno por meio do aplicativo WhatsApp, questionando se o saque do dinheiro foi concretizado. Questionado, Bruno confessou o crime e disse que já havia retirado parte do dinheiro da conta (R$ 14 mil), passando o cartão em dois estabelecimentos comerciais (R$ 7 mil em cada comércio).

Diante da situação, os suspeitos foram conduzidos a Derf de Rondonópolis, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por estelionato.

 

Fonte: Assessoria | PJC-MT

Polícia

Cinco motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

Publicado

em

Cinco motoristas foram presos por embriaguez ao volante durante a 1º edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (16.01), na Avenida Isaac Póvoas, região central de Cuiabá. A primeira operação do ano começou às 2 horas e seguiu até às 3h40.

No período, foram confeccionados 36 Autos de Infração e realizados 41 testes de alcoolemia. Ao todo, 17 veículos, entre automóveis e motocicletas, foram recolhidos e 13 Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foram recolhidas.

Do total de autos de infração, nove foram pelo artigo 165 (dirigir sob influência de álcool), oito pelo artigo 165-A (recusa a ser submetido ao teste de alcoolemia), um pelo artigo 162,I (conduzir o veículo sem CNH), dentre outros. Todos os AITs são aplicados com base na Lei Nº 9.503, do Código Brasileiro de Trânsito.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70. No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana