conecte-se conosco



Várzea Grande

Estádio Municipal “Dito Souza” passa por reforma total com recursos do Município

Publicado

em

O prefeito em exercício José Aderson Hazama juntamente com o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis e do superintendente de Esportes, Jadir Pereira assinaram a Ordem de Serviço para reforma do Estádio Municipal Benedito Laurindo de Souza, localizado no Cristo Rei. As obras estão orçadas em cerca de R$ 2 milhões recursos oriundos do Tesouro Municipal.

“Mais uma vez a prefeitura vem mostrando o compromisso com a população, investindo no esporte, melhorando a estrutura física, dando mais conforto para os esportistas e torcedores”, disse o prefeito em exercício José Hazama, lembrando o prefeito que Várzea Grande se transforma em um canteiro de obras, graças à credibilidade e compromisso que a prefeita Lucimar Campos tem em buscar recursos para a cidade. “Estamos felizes, pois com essa obra, será possível incentivar a abertura de mais escolinhas de futebol e realizar maior número de competições na cidade. Acredito que o jovem ocupado com o esporte está crescendo física e psicologicamente, além de buscar um futuro melhor por meio do esporte”, comemora.

O Prefeito lembrou que o local foi palco de muitos treinos do Clube Esportivo Operário Várzea-grandense, e a reforma está acordada com as ligas esportivas do município, Departamento de Esportes e clubes de futebol amador da Região do Grande Cristo Rei. “No Estádio Municipal todos os domingos ocorrem competições, e se tornou tradição a população no período da manhã ir até o campo para assistir a jogos. Agora com novas estruturas podemos avançar mais e dar a esta comunidade mais comodidade e até levar para o campo grandes competições”.

Hazama durante a assinatura da ordem de serviço relatou a importância do gestor público ser persistente na busca por recursos, para beneficiar a população, quer seja por pagamento de impostos, ou recursos provenientes de emendas parlamentares, ou empréstimos junto às instituições financeiras. “Sempre vale a pena todos os esforços para mais essa obra. Apoiamos o esporte do município. Sempre que os recursos são alocados para obras quem ganha é a população, pois melhora o bem estar social, e ainda mais com obras para lazer. Esporte e lazer caminham juntos. A população se reúne em torno de jogos para diversão e competições. Queremos devolver a população um Estádio Municipal atuante, com muitas competições, internas e nacional”, comemorou o prefeito.

O estádio, vai ser totalmente reformado, além de toda reestruturação física, com novas traves, alambrado, vestiários e banco de reservas e gramado profissional, banheiros, vai ganhar arquibancada nova, iluminação adequada e urbanização.

O prefeito ressaltou que este é um investimento corajoso da Prefeitura. “Estamos construindo praticamente um novo Estádio. “Quando se faz um governo onde se coloca a prioridade com planejamento dá para executar obras. Trabalhamos com transparência e sabemos cada centavo investido e onde está sendo investido, e com equilíbrio nas contas, qualificando bem a despesa, temos hoje a capacidade de ver obras como esta serem realizadas”, comemorou.

Segundo o secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Laser, Silvio Fidelis, desde o início da gestão da prefeita Lucimar Campos o Município tem voltado atenção especial à valorização e incentivo à prática de esportes e atividades de lazer.  A Prefeitura reconstruiu e construiu vários mini estádios, quadras poliesportivas, para as atividades físicas e de esportes dos alunos da Rede Municipal de Ensino, implantou projetos de academias ao ar livre para apoiar desportistas e atletas e o projeto Qualidade de Vida no Parque Municipal Ecológico Tanque do Fancho.

“Sabemos que é muito importante incentivar o esporte para jovens e crianças. Muitas vezes pode não sair um atleta, mas certamente estaremos formando um cidadão. A prática esportiva trabalha a disciplina e deixa a criançada longe das drogas. E isso é muito importante para nossas crianças e jovens, sobretudo, para os que moram nas comunidades mais distantes”, afirmou o secretário Silvio Fidelis.

Fonte:  Secom/VG

Várzea Grande

Decreto estabelece retomada de aulas nas unidades de ensino públicas e privadas em Várzea Grande

Publicado

em

A Prefeitura de Várzea Grande estuda a adoção de medidas mais endurecidas para conter o avanço dos casos da COVID 19, já que por estar localizada na região metropolitana, a cidade é constantemente procurada para atendimentos médicos e de exames especializados de pacientes de outras cidades, Estados e até mesmo países que fazem fronteira com o Brasil.  A cidade ultrapassou nos últimos meses o percentual de 50% dos atendimentos na Rede Pública Municipal de pacientes de outras localidades.

“Não precisamos de novas medidas burocráticas e sim fazer cumprir com aquelas que constam do último decreto publicado em 19 de janeiro. Estamos atrás de resultados, de efetividade e de conscientização de todos, população e governantes de que a COVID 19 está aí e temos que manter a mesma sob controle para podermos levar a vida dentro de uma nova realidade, uma nova normalidade”, disse o prefeito Kalil Baracat.

De acordo com o último decreto n° 06, de 19 de janeiro, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus – Covid-19, definiu novas estratégias de enfrentamento e prevenção à Covid-19 para o município e teve o cuidado de atender as demandas pela Educação Privada e Pública.

O novo  Decreto  permite à retomada das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas do município, no que se refere à educação infantil, observada 50% da capacidade máxima das salas de aula e respeitado o limite de até 15 alunos por turma. Nas demais modalidades de ensino privado: fundamental, médio e superior, fica autorizada a retomada, a partir de 01 de fevereiro, de forma remota, sendo que o ensino híbrido, deverá ser implantado a partir de 01 de março no ensino superior e demais modalidades a partir de 05 de abril. O ensino híbrido é composto por parte dos alunos presencialmente, parte acompanhado de forma virtual, em casa.

No que tange ao ensino nas unidades da Rede Pública Municipal, as aulas deverão ser iniciadas em 1 de março de forma remota e híbrida a partir de 5 de abril, respeitando os limites de alunos por sala de aula. “Após meses de paralisação por causa da pandemia de Covid-19, as escolas da rede privada de ensino estão autorizadas a retomarem as aulas e demais atividades presenciais do número de alunos matriculados. A autorização é válida para unidades educacionais de educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e superior”, destaca o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis.

O texto do decreto estabelece que todas as instituições de ensino que retomarem as atividades presenciais terão como obrigação adotar os protocolos sanitários específicos para o setor de educação, aprovados pelo Ministério da Saúde.“Quando o município passar para a fase amarela, o limite de alunos nas salas de aula será ampliado para 70% do número de matriculados. O índice de 100% só será aceito com o município na fase verde”, explica Fidelis.

Os cursos de idiomas, oficinas, cursos de pós-graduação e aulas práticas de ensino superior e técnico, aulas nos cursos ou “cursinhos” preparatórios, estes só podem atuar com turmas de, no máximo, 50% da capacidade de alunos por sala de aula.

Conforme o secretário, ensino público municipal, será retomado, de forma remota, a partir de 01 de março, sendo que o ensino híbrido deverá ser implantado a partir de 05 de abril.  As datas, poderão ser reanalisadas de acordo com o controle ou a evolução do combate ao Covid-19.

“Depois de todo esse período atípico, a volta às aulas presenciais também representará outra grande mudança na vida das crianças e jovens. Portanto, uma readaptação à realidade com distanciamento social e outras orientações sanitárias será necessária para o convívio da comunidade escolar”, frisa o secretário.

O Ministério da Educação (MEC) elaborou protocolo de biossegurança que traz orientações sobre medidas de prevenção individual e coletiva, como aferição de temperatura, limpeza e ventilação de ambientes, uso de máscara, disponibilização de álcool gel 70% e respeito às regras de etiqueta respiratória e de distanciamento social. Também deve ser feito o escalonamento do acesso de estudantes a refeitórios e praças de alimentação.

Todas as novas diretrizes a serem seguidas no município estão disponíveis na íntegra no Boletim Oficial do Município – COVID – 19 -, publicado no site oficial da Prefeitura de Várzea Grande.

 

Da redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana