conecte-se conosco



Política MT

Emanuelzinho e Nicinha lideram para federal em VG

Publicado

em

O FOLHAMAX divulgou resultado de pesquisa realizada pelo instituto MT Dados, somente na cidade de Várzea Grande, que aponta liderança do estudante universitário Emanuelzinho Pinheiro (PTB), para deputado federal, seguido da professora Nicinha (PSDB), Segundo o instituto, Emanuel possui 2,91%. Já a servidora pública Nicinha Teodoro (PSDB) aparece com 2,10%.

 

 

Várzea Grande é o segundo maior colégio eleitoral do Estado com 189 mil aptos a votar no dia 07 de outubro.

Na terceira posição, estão empatados o vereador Ícaro Reveles (PSB) e o deputado federal Carlos Bezerra (MDB) com 1,94% cada. A quinta colocada é a ex-senadora Serys Shlessarenko (PT) com 1,29% seguida do deputado federal Valtenir Pereira (MDB) com 0,97%.

O sétimo colocado é o vereador Fábio Cardozo (PDT) com 0,65%. Três estão empatados no oitavo lugar com 0,49%, que são o cabo Ivan Guimarães (PV), coronel Jorge Luis (PSD) e a professora Marildes Ferreira (PSB).

Outros 14 nomes foram citados com percentuais entre 0,49% e 0,18%. Os indecisos representam 83,23%.

A pesquisa MT Dados entrevistou 600 eleitores entre os dias 18 e 19 de setembro. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. Ela está registrada no TRE sob o número MT-09559/201.

Fonte: Folhamax

 

3 Comentários
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Manoel Ribeiro Santos
Manoel Ribeiro Santos
2 anos atrás

Quem é esse palitozinho?
Vai te catar pra lá.
Nicinha tudo bem é de Vg já colocou a disposição várias vezes.
Mais esse cara não engulo não é possível,filho de um prefeito que tem imagens pegando dinheiro do silval Barbosa.
Vg por favor votem em gente daqui por favor.

José Márcio
José Márcio
2 anos atrás

Eu concordo,filho de peixe peixinho é.
Essa família já teve vários representante na política,para vamos mudar.
Vamos elege gente nova.
Gostei da Nicinha é uma boa opção.

Benedito Gonçalves
Benedito Gonçalves
2 anos atrás

Esse dinheiro que ele está gastando é nosso mesmo que o silval pegou das nossas obras e passou para o pai dele Emanuel Pinheiro.
Pegam o dinheiro que ele está pagando mais não vota nele,vamos votar em pessoas honestas e 100% ficha limpa.

Política MT

Avallone quer parceria com MPE e Judiciário para Estado executar obras em áreas particulares no Pantanal

Publicado

em

Prevendo possíveis entraves judiciais na realização de obras paliativas dentro de propriedades particulares que vão desobstruir corixos para dar vida, novamente, à Baía de Chacororé, no Pantanal mato-grossense, em Barão de Melgaço, o presidente da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e Recursos Minerais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Carlos Avallone (PSDB), destacou que vai buscar uma parceria com o Ministério Público Estadual (MPE) e do Poder Judiciário para firmar Termos de Ajustamento de Conduta (TAC).

Segundo Avallone, o Estado terá que realizar essas obras para garantir a desobstrução de ao menos 12 corixos (canais que ligam as águas de baías, lagoas, alagados etc com os rios próximos) mapeados pelo assessor especial da Comissão de Meio Ambiente da ALMT, Rubem Mauro Palma de Moura, que foi in loco junto com técnicos da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra) e da Secretaria Estadual e Meio Ambiente (Sema).

O deputado lembra que outras 20 obras, entre médias ou maiores, terão que ser feitas na região. Uma delas, detectada na visita técnica, mostrou que existe ao menos cinco pontes na estrada do Estirão Cumprido, onde embaixo delas há rejeitos que formam uma barragem, impedindo o curso natural das águas. “Durante a construção da ponte, fizeram um aterro ao lado para o trânsito fluir. No entanto, a obra foi finalizada e ninguém tirou a barragem em cima dos corixos. São detalhes que não vamos mais deixar acontecer”, explicou.

Além disso, constatou-se desmatamento em áreas de proteção ambiental, outros crimes ambientais onde pescadores predatórios rompem estrutura de barramento que existe na baía para facilitar a pesca.

Para o início dessas obras emergenciais é necessário um relatório feito pela Sinfra que será entregue até a próxima sexta-feira (22). “A Sema também precisa dar as autorizações ambientais necessárias. A previsão é que comecem no máximo daqui um mês”, comentou Avallone.

Por fim, o parlamentar afirmou que o poder público ainda deve tomar as medidas cabíveis para questionar os responsáveis por essas obras que estão degradando o meio ambiente há anos.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana