conecte-se conosco



Política MT

Em programa na TV, Emanuel agradece votos e ressalta Cuiabá do equilíbrio e estabilidade

Publicado

em

 

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB) abriu seu programa eleitoral nesta sexta-feira (20) agradecendo os mais de 82 mil votos recebidos no último dia 15 e que o levaram ao segundo turno das eleições na Capital.

“Quero agradecer as 82.367 pessoas que saíram de suas casas para dar seu voto de confiança a uma gestão humanizada e de muito trabalho, que prioriza os que mais precisam e está mudando Cuiabá de verdade, com muitas obras e ações”, disse.

“Cheguei até aqui sofrendo todo tipo de ataque, sempre com assuntos velhos, requentados. Ainda assim, esses ataques não puderam evitar que mesmo com 8 candidatos, chegássemos no segundo turno, tecnicamente empatados em primeiro lugar”, emendou o prefeito.

Segundo Emanuel, as agressões não foram capazes de atingir o que a atual gestão proporcionou à população nos últimos quatro anos. A exemplo, obras como o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), além de entregas como o kit escolar, as novas vagas nas creches, o programa Hora Estendida na Saúde, dentre outras.

“A população está percebendo que nossa cidade encontrou um novo caminho, de equilíbrio e estabilidade. Pela primeira vez, Cuiabá não teve greve de servidores durante todo o mandato. Um caminho de mudança, que deixou para trás as filas nos corredores do pronto-socorro”, listou o emedebista.

“Avançamos muito com a entrega de grandes obras e com total transparência. E já somos a quinta capital mais desenvolvida do País. Essas conquistas são de todos e precisam ser preservadas. Agora, chegou o momento de seguir mudando. Precisamos andar pra frente, mas sem perder o que já foi conquistado”.

Propostas

Ainda durante o programa, Emanuel voltou a falar algumas de suas propostas para o próximo mandato.

Uma das metas é levar o “Hora Estendida na Saúde” para mais cinco bairros da Capital, onde as unidades de saúde terão atendimento das 7 às 21 horas. O antigo Pronto-Socorro da Capital será transformado no Hospital da Família. A unidade contará com maternidade, 10 leitos de UTI para recém-nascidos, 15 para crianças e 30 para adultos, além de alas para idosos e para saúde mental, bem como 5 salas de cirurgia.

O prefeito também se comprometeu a entregar mais 20 Centros de Educação Infantil Cuiabano (CEICs) – cada um com capacidade para atender 120 crianças -, além de criar mais quatro escolas em tempo integral.

“Teremos ainda o ‘Cuiabá Digital’ e o fundo de crédito emergencial ‘Pra Frente Cuiabá’, para apoiar comerciantes. Serão concedidos empréstimos a juros zero, isenção de IPTU e alvará de funcionamento. Já a construção do Contorno Leste vai beneficiar mais de 200 mil pessoas. São boas ideias pra gente avançar com segurança e sem aventura”, concluiu o prefeito.

Emanuel encabeça a coligação “A Mudança Merece Continuar”, composta por 11 partidos – MDB, PP, PV, PSDB, REPUBLICANOS, PL, PTC, PCdoB, PMB, PTB e SOLIDARIEDADE – e tem como candidato a vice-prefeito, José Roberto Stopa (PV).

 

Da Redação

Assessoria Emanuel Pinheiro
E-mail: [email protected]

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Deputada propõe que AL discuta novo REFIS

Publicado

em

A deputada estadual Janaina Riva (MDB), defendeu durante sessão plenária desta quarta-feira (25.11) que Mato Grosso discuta e aprove um novo Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (REFIS), a exemplo do que aprovou este mês o governo do Distrito Federal. O objetivo é oferecer condições especiais para pessoas físicas e empresas regularizarem os débitos fiscais com o governo do Estado.

“Em Brasília foi sancionado o novo REFIS e eu acho que pode ser uma pauta da Assembleia Legislativa trabalharmos um novo REFIS para Mato Grosso. Última vez que aprovamos um REFIS aqui era para dívidas até a ano de 2016. O Refis pode dar para Mato Grosso uma expectativa maior de arrecadação. Em Brasília por exemplo, que foi aprovado para dívidas contraídas até o ano de 2018, o governo espera arrecadar ao menos R$ 500 milhões em dívidas atrasadas”, defendeu.

Janaina defende que no caso de Mato Grosso, em que o estado se recupera de uma crise financeira e dos efeitos econômicos da pandemia, o REFIS discutido seja válido para as dívidas contraídas até ano de 2019.

“Eu proponho aqui que façamos uma avaliação junto com a Secretaria de Estado de Fazenda, para recuperação das empresas e da iniciativa privada de Mato Grosso, com aval da Assembleia. Seria uma pauta excepcional para retomada da economia do nosso estado, principalmente nos segmentos que foram diretamente afetados e impactados pela pandemia”, finalizou.

Além de ajudar Mato Grosso a recuperar possíveis perdas na arrecadação ocasionadas pela covid-19, o REFIS deve incentivar a retomada da economia nos municípios e no setor produtivo.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana