conecte-se conosco



Cultura

Edital de Culturas Populares do Minc premia mestres e iniciativas de Mato Grosso

Publicado

em

Mato Grosso tem grande representatividade no resultado do Prêmio Culturas Populares do Ministério da Cultura. Nesta edição, que homenageou a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco (in memoriam) destinou R$ 10 milhões a 500 iniciativas culturais de mestres, mestras, grupos e instituições privadas sem fins lucrativos.

Cada um dos vencedores recebe R$ 20 mil. Dentre os premiados de Mato Grosso, Dona Domingas do Flor Ribeirinha (Cuiabá), Alcides Ribeiro dos Santos (Santo Antônio de Leverger), artista da viola do cocho e Tomaz Flaviano da Silva (Cuiabá), do projeto Musicalização Através da Viola de Cocho foram homenageados na categoria Pessoa Física de mestres e mestras.

O resultado foi divulgado na edição de 22 de outubro do Diário Oficial da União. Já na categoria Grupos e Comunidades, foram premiados o grupo de siriri Passo Miudinho (Várzea Grande), Grupo Estrela Guia (Várzea Grande) e Renascer do Espírito Santo (Juína).

Por fim, na categoria pessoas jurídicas com ações comprovadas em ação cultural receberão o prêmio Culturas Populares, a Associação das Manifestações Folclóricas de Mato Grosso (Várzea Grande), Grupo Teatral de Tangará da Serra, Associação do Grupo de Siriri Flor de Atalaia (Cuiabá), Federação dos Grupos de Cururu e Siriri de Mato Grosso (Cuiabá) e a Associação Cultural Itinerante de Ações (Várzea Grande).

O QUE É CULTURA POPULAR

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) define Cultura Popular como “o conjunto de criações que emanam de uma comunidade cultural, fundadas na tradição, expressas por um grupo ou por indivíduos e que reconhecidamente respondem às expectativas da comunidade enquanto expressão de sua identidade cultural e social”. Engloba folclore, cultura oral, cultura tradicional e cultura de massa.

Entre manifestações da cultura popular brasileira já registradas – ou em processo de registro – como patrimônio imaterial pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) estão: Literatura de Cordel, Frevo, Bumba meu boi, Jongo, Fandango Caiçara, Tambor de Crioula, Congadas de Minas, Cocos do Nordeste e Marujada de São Benedito.

Link com todos os vencedores: https://bit.ly/2PWT1Xt

Secretaria de Estado de Cultura
Assessoria de Comunicação

 

Cultura

Editais da Cultura têm prazo de inscrição prorrogado e recursos aumentam para R$ 29,35 milhões

Publicado

em

Os editais lançados pelo Governo de Mato Grosso para execução da Lei Aldir Blanc receberam um incremento de R$ 4,35 milhões, totalizando agora R$ 29,35 milhões em recursos. O reforço permitiu que a quantidade de projetos beneficiados subisse de 513 para 588, motivando a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) a prorrogar a data final para inscrição nos editais. Com a retificação do prazo, a apresentação de propostas pode ser feita até a próxima segunda-feira (16.11).

O acréscimo é proveniente da reversão ao Estado da verba destinada a municípios mato-grossenses que não se inscreveram na plataforma +Brasil disponibilizada para execução das ações da lei federal de socorro ao setor cultural.

“Agora vamos aprovar um número maior de projetos, são mais chances para os profissionais da cultura mato-grossense. E pudemos oferecer mais quatro dias de inscrição para que consigam apresentar suas propostas, aproveitando inclusive o fim de semana. É uma oportunidade de retomada do setor que precisa ser aproveitada”, ressalta o titular da Secel, Alberto Machado.

No edital Conexão Mestres da Cultura serão selecionados 70 projetos em vez dos 60 previstos inicialmente. A seleção pública conta agora com R$ 7 milhões para homenagear personalidades mato-grossenses.

O maior de todos os editais, o MT Nascentes, recebeu um incremento de R$ 2,6 milhões para atender mais 55 propostas de vários segmentos culturais.  Com a atualização, estão disponíveis R$ 16,35 milhões que irão beneficiar 445 projetos.

Já no edital Circuito de Mostras e Festivais, a quantidade passou de 28 para 36 projetos beneficiados. Houve um complemento de R$ 650 mil no valor total, que atualmente é de R$ R$ 3,4 milhões.

Para a seleção de propostas na área de economia criativa o reforço permitiu que mais dois projetos de até R$ 50 mil sejam atendidos. No total corrigido, serão investidos R$ 1,6 milhões para impulsionar 32 projetos de criação e desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores em Mato Grosso.

O único edital que não recebeu alterações foi o Conexão Cultura Jovem, que continua com investimento de R$ 1 milhão para instalação cinco laboratórios de comunicação e cultura (LabCom) em comunidades com índices de vulnerabilidade social.

As inscrições online estarão abertas até a meia noite do dia 16 de novembro na plataforma formularios.cultura.mt.gov.br. Já as inscrições presenciais ou via Correios devem ser protocoladas até esta mesma data na sede da Secel, em Cuiabá, das 8h às 12h ou das 14h às 18h.

Os editais, seus anexos e formulários, bem como as retificações de prazo e valores, estão disponíveis nos sites  leialdirblanc.cultura.mt.gov.br e www.cultura.mt.gov.br/editais.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana