conecte-se conosco



destaque

Dupla armada invade hotel no centro de Cuiabá

Publicado

em

Bandidos armados invadiram um hotel na região central de Cuiabá, por volta da 1h40 deste sábado (15), renderam o recepcionista e invadiram o quarto de um dos hóspedes. Eles fugiram com cheques, celulares e joias.

 

De acordo com as informações, um homem chegou ao hotel pedindo por um quarto. O recepcionista fazia o atendimento quando outro homem entrou e juntos anunciaram o roubo.

Eles tomaram o celular do rapaz e ordenaram que o trabalhador os levasse até o quarto do hóspede identificado como Fernando.

Já a outra vítima relatou que estava dormindo quando acordou com alguém batendo em sua porta, dizendo que era da polícia, apesar de não abrir a porta, os bandidos conseguiram arrombar.

 

Por Gazeta Digital

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

destaque

Eleições 2020: pesquisas de opinião devem ser previamente registradas

Publicado

em

As pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2020 ou aos seus pretensos candidatos devem ser previamente registradas na Justiça Eleitoral até cinco dias antes de sua divulgação, por meio do Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). A regra, que começou a valer no dia 1º de janeiro, é disciplinada pela Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.600/2019, que regulamenta os procedimentos relativos ao registro e à divulgação de pesquisas.

Pesquisa eleitoral é a indagação feita ao eleitor, em um determinado momento, sobre a sua opção a respeito dos candidatos que concorrem em uma eleição. De acordo com a resolução, o concorrente cujo registro de candidatura tenha sido indeferido, cancelado ou não conhecido somente poderá ser excluído da pesquisa quando cessada a condição sub judice, ou seja, quando houver um julgamento definitivo sobre o seu pedido de registro.

A resolução prevê a aplicação de sanção às empresas responsáveis pela divulgação de pesquisas sem o prévio registro das informações constantes de seu artigo 2º, entre elas: o nome do contratante; o valor e a origem dos recursos despendidos; a metodologia e o período de realização do levantamento; e o questionário completo aplicado ou a ser aplicado. A multa prevista é de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana