conecte-se conosco



Polícia

Duas novas viaturas reforçam o trabalho de combate ao crime organizado no estado

Publicado

em

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) recebeu duas novas viaturas que reforçarão os trabalhos desenvolvidos pela unidade. As caminhonetes modelo Toyota Hilux fazem parte dos 37 veículos entregues pelo Governo do Estado no último dia 20 de maio em cerimonia realizada no Palácio Paiaguás.

As viaturas adquiridas através do programa “Tolerância Zero” integram a atual frota de veículos da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), entre próprios, acautelados e locados e tem a finalidade de contribuir para a melhoria da segurança pública em todo estado.

De acordo com o delegado titular da GCCO, Flávio Henrique Stringueta, a chegada dos novos veículos é um reforço que influencia positivamente no atendimento rápido e eficaz de ocorrências, operações policiais e resolução de crimes em todas as regiões do Estado.

“As novas viaturas possibilitarão maior capacidade operacional e investigativa, uma vez que o estado é muito grande, tem uma grande zona rural, estradas que não são pavimentadas em que o acesso somente pode ser feito por veículos traçados, trazendo consequentemente maiores condições de trabalho para os policiais e melhor atuação nas ações desenvolvidas”, disse o delegado.

O delegado, Frederico Murta, responsável pelas investigações de organizações criminosas envolvidas em roubos/furtos de defensivos agrícolas destacou a importância do reforço que contribuirá consideravelmente para o desenvolvimento dos trabalhos.

“Como a GCCO possui um perfil bastante operacional e atribuições de atuação em todo território do estado, a renovação da frota vem em ótimo momento e tornará ainda mais efetiva a taução da Polícia Civil em suas investigações e operações”, disse.

Para a delegada, Juliana Chiquito Palhares, que atua nas investigações de roubos/furtos a agências bancárias, a chegada das viaturas para a GCCO é mais uma ferramenta que vai auxiliar as ações operacionais da unidade.

“São veículos de uma excelente qualidade e que atendem as operações, os deslocamentos dentro do estado e vão auxiliar sobremaneira os trabalhos de combate ao crime organizado”

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Suspeitos de latrocínio de empresária morrem em confronto com a PM no interior

Publicado

em

No distrito de Brianorte (470 km de Cuiabá), durante operação de buscas em uma área de mata, dois suspeitos, de 18 e 21 anos, um deles apontado como autor do latrocínio da empresária Maria Deusalina Freire Carvalho, ocorrido em São José do Rio Claro (a 313 km de Cuiabá), foram a óbito em confronto com policiais militares.

Antes desse desfecho, os dois suspeitos já haviam entrado em confronto com equipes da PM. Na manhã dessa quinta-feira (02.07), também em Brianorte, reagiram a uma tentativa de abordagem atirando na direção dos policiais do núcleo local da PM e conseguiram fugir, se refugiando em uma área de mata.

No final da tarde do mesmo dia, já com reforço de policiais da Cavalaria e Força Tática de Nova Mutum, Ciopaer e equipe da Rotam, a operação de buscas aos suspeitos prosseguiu e na tarde de hoje culminou com o outro confronto  em uma nova tentativa de abordagem e prisão, dessa vez com policiais da Cavalaria.

Um dos suspeitos, o de 18 anos, é apontado como autor da morte da empresária Maria Deusalina Freire Carvalho (34), crime ocorrido na noite do dia 23 de junho deste ano, na cidade de São José do Rio Claro, na mesma região. Os suspeitos chegam ao local em uma motocicleta e um deles foi até o balcão do comércio, uma casa de espetinho, e atirou em Deusalina enquanto ela o atendia.

De acordo com o comandante da Companhia de Polícia Militar de São José do Rio Claro, tenente-coronel Cristyano Vasconcelos, desde a morte da comerciante a PM vinha fazendo buscas na região com o objetivo de prender os suspeitos.

No sábado (27.06), diz TC Cristyano, o suspeito apontado como autor chegou a ser visto em Brianorte, porém a PM só tomou conhecimento na segunda-feira(29.06), quando montou uma operação de buscas com o objetivo de captura-los. Ele já estava com prisão preventiva decretada pelo latrocínio. A PM ainda não dispõe de informações sobre se há participação ou não do segundo suspeito no latrocínio da empresaria. Com eles foram apreendidas duas armas de fogo, um 38 e um 32.

Por se tratar de morte por intervenção de agentes de segurança, a Corregedoria da PM está sendo informada dessa ocorrência para a atuação policial possa ser apurada, como exige a legislação.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana