conecte-se conosco



Política MT

Desenvolve MT muda a realidade de empreendedores estrangeiros

Publicado

em

Joanave Alexis é um sobrevivente. Quando o furacão Matthew assolou o Haiti, em 2016, trouxe uma triste realidade para o empreendedor de 39 anos. O comércio de roupas, que era a fonte de renda de sua família teve que ser deixado para trás. Mas das dificuldades, “Alexis”, como é conhecido, fez uma motivação para o empreendedorismo e assim está reconstruindo sua vida no Brasil, mais precisamente em Cuiabá.

Alexis é um dos microempreendedores atendidos pela agência de fomento do Estado, a Desenvolve MT. Como a concessão de crédito a estrangeiros pelos bancos convencionais é mais burocrática, a instituição foi a solução que o haitiano encontrou para mudar sua vida.

Um dia, saindo do trabalho que tinha como cozinheiro em um restaurante no bairro São Gonçalo Beira Rio, passou por um trailer exposto com uma placa de venda. Isso despertou a curiosidade do profissional, que logo se informou sobre como poderia adquiri-lo. O investimento poderia ser pago em 12x de R$ 1 mil, mas Alexis não tinha recursos para isso.

Foi então que o dono do trailer indicou a Desenvolve MT e com pouca burocracia, o profissional conseguiu uma linha de crédito no valor de R$ 17 mil, que além de pagar pelo trailer, também deu a ele o capital de giro do qual necessitava. Assim surgiu a Pastelaria e Lanchonete Bom Jesus, no bairro Planalto.

Bastante religioso, Alexis conta que o nome do local se deve a sua capacidade de acreditar que Deus está acima de todas as coisas. “Nada foi fácil, mas a gente tem Deus na vida e eu também sou honesto”, contou o imigrante, que faz questão de pagar em dia o financiamento, já que tem planos futuros para o crescimento de seu negócio.

Como o movimento de clientes às vezes é fraco, principalmente porque no bairro existem outros comerciantes, Alexis já buscou uma solução: quando terminar de pagar o financiamento, pretende investir em um carro para locomoção do trailer, certamente com uma nova linha de crédito concedida pela Desenvolve MT. Também pretende oferecer mais produtos, como pizzas.

A linha de crédito mais ofertada para empreendedores como o haitiano é o microcrédito. No caso específico de estrangeiros, a Desenvolve MT tem como exigência que o beneficiário possua visto de permanência no país. Tendo este documento, o cliente deve apresentar outros documentos e comprovações necessárias para a análise de crédito.

O microcrédito tem como limite o valor de R$ 20 mil, podendo ser disponibilizado tanto para pessoa física, quanto para jurídica. Além disso, o parcelamento do financiamento pode ser realizado em 36 meses com três meses de carência.

Quem atendeu Alexis e acompanhou sua trajetória até então foi o agente de fomento da Desenvolve MT, Julio Pereira, que trabalha na agência desde 2009. O servidor conheceu um pouco mais sobre a vida de seu cliente e percebeu como a concessão de crédito teve o poder de mudar a realidade e ajudar na construção de sonhos.

“Como sempre atuei na concessão de crédito atendendo diretamente pessoas como o Alexis, eu percebi que essa é uma atividade gratificante. Geralmente essas pessoas personificam a Desenvolve MT e criam um laço afetivo com você. Quando eles te veem na rua, apertam sua mão, abraçam e aí você tem a percepção de que o trabalho que a gente faz ali pode mudar a vida das pessoas”, destacou o servidor.

Apesar de ser o dono do próprio negócio, Alexis continua exercendo o ofício de cozinheiro e conciliando as duas atividades. Com fé, bom humor e sem nunca deixar de lado o sorriso no rosto, o estrangeiro não deixa de acreditar em uma vida melhor para si, para sua esposa e para seus filhos.

BALANÇO

Ao todo, a Desenvolve MT realizou nos últimos quatro anos 701 operações de crédito, totalizando mais de R$ 31,4 milhões disponibilizados ao micro e pequeno empresário. No ano passado, foram realizadas quase 180 operações de crédito, em um total de R$ 8,4 milhões injetados na economia local.Assim como o Microcrédito, a agência também oferece linhas de crédito específicas para as áreas de turismo, agronegócio, transporte, indústria e agroindústria e inovação.

Para conhecer mais sobre os produtos oferecidos, o atendimento presencial é realizado de segunda à sexta-feira, das 9h às 18h, no Edifício Top Tower, Av. Historiador Rubens de Mendonça, nº 2368, salas 1 e 2 (térreo), Bosque da Saúde, Cuiabá/MT. Mais informações pelo telefone: (65) 3613-7900 ou pelo site www.desenvolve.mt.gov.br.

 

Fonte: Assessoria | Desenvolve-MT

Política MT

Lúdio Cabral recomenda ao governador quarentena obrigatória em todo o estado

Publicado

em

O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) enviou, na quinta-feira (21), um ofício ao governador Mauro Mendes (DEM) requerendo que sejam decretadas as medidas de restrição de circulação de pessoas e aglomerações previstas na classificação de risco muito alto do Decreto Governamental 522/2020, com quarentena em todo o território estadual e fechamento de atividades não essenciais.

“Se não forem adotadas quarentena rigorosa por no mínimo duas semanas, o que está acontecendo hoje no Amazonas pode acontecer em Mato Grosso em poucas semanas”, alertou Lúdio. Ele destacou que o número de casos novos e de óbitos por Covid-19 em Mato Grosso está em crescimento acelerado e chegou a uma média móvel (de 7 dias) de 1.374 casos novos e 21 óbitos na quarta-feira (20). A taxa de contágio também está em crescimento e alcançou o índice de 1,25, o que significa que cada 100 pessoas transmitem a doença para outras 125.

No documento, Lúdio apresentou a projeção de que o sistema de saúde de Mato Grosso entrará em colapso no início de fevereiro. “O crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI adultos nos últimos 14 dias, de 56,1% no dia 06/01/2021 para 73,2% no dia 20/01/2021 (crescimento de 29,2% em 14 dias), o que aponta para ocupação total desses leitos até o dia 07/02/2021”, disse.

Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica já estão esgotados. “Considerando o crescimento observado na taxa de ocupação de leitos de UTI pediátricos nos últimos 14 dias, de 46,7% no dia 06/01/2021 para 100,0% no dia 20/01/2021 (crescimento de 114,1% em 14 dias); ou seja, já não há mais leitos de UTI disponíveis no SUS para crianças com covid-19 grave em Mato Grosso”, observou.

Lúdio citou também a existência no Brasil de variantes do vírus mais contagiosas, que podem já estar circulando em Mato Grosso, e a “impossibilidade atual de implementação adequada do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, que decorre da insuficiência de imunobiológicos (vacinas) sequer para alcançar cobertura efetiva nos grupos prioritários da fase 1, e a absoluta ausência de perspectivas para acesso a um quantitativo adequado de imunizantes”.

Desde março de 2020, Lúdio Cabral vem monitorando a evolução da pandemia em Mato Grosso e fazendo projeções da tendência da curva epidêmica. Para garantir a adesão da população à quarentena, ele recomendou que o governo promova campanha de divulgação para orientar a população sobre a necessidade dessas medidas e de restringir a circulação.

O deputado recomendou ainda que o governo mude a forma de calcular a Taxa de Crescimento da Contaminação, passando a calcular a média móvel de 14 dias do número de casos novos notificados no dia da divulgação do boletim epidemiológico e a mesma média móvel de 14 dias antes. Esse é o conceito adotado pelas autoridades sanitárias e pelo consórcio dos veículos de imprensa que monitoram a pandemia e traz um panorama mais fiel da realidade.

“O indicador adotado pelo governo estadual, ao considerar a evolução do número de casos acumulados, não consegue expressar de forma adequada a velocidade de crescimento no número de casos de covid-19 e de expansão da epidemia”, explicou Lúdio.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana