conecte-se conosco



Política MT

Deputados votam requerimento e antecipam sessões até a eleição

Publicado

em

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Reunidos na terceira sessão ordinária de terça-feira (4), os deputados estaduais aprovaram um requerimento das lideranças partidárias solicitando antecipar as sessões legislativas que antecedem a eleição de 7 de outubro para a próxima semana. Os parlamentares votaram o requerimento em plenário e decidiram fazer três sessões na próxima segunda-feira (10) e mais três sessões na terça-feira (11).

Nos dois dias, 10 e 11, as sessões serão nos seguintes horários: das 8h às 12h, a primeira, com ordem do dia às 10h; das 13h às 17h, com ordem do dia às 15h, e das 17h30 às 21h30, com ordem do dia às 19h.

Por conta da aprovação do requerimento das lideranças partidárias, depois das seis sessões da próxima semana, os parlamentares retornam às atividades de plenário somente em 9 de outubro, já com o resultado das eleições para a próxima legislatura, que vai de 2019 a 2022.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), informou sobre o requerimento de lideranças partidárias, durante a sessão, e disse que historicamente, nas últimas três semanas que antecedem a eleição de deputado e governador, no Poder Legislativo de Mato Grosso não se realizam sessões. “Historicamente, em todas as últimas cinco eleições que ocorreram, para deputado e governo, não houve sessões nas três semanas que antecederam os pleitos”, afirmou.

Botelho explicou que num primeiro momento seriam antecipadas as sessões de duas semanas antes da eleição. “Chegamos ao entendimento de antecipar as sessões e liberar os deputados até a eleição. Por isso, vamos fazer as sessões na segunda e na terça-feira da próxima semana”, completou.

Os deputados estaduais já haviam concentrado as sessões em apenas um dia da semana para ficarem liberados durante a campanha eleitoral pelo fato de a maioria ter base no interior. As sessões eram realizadas, antes do período eleitoral, da seguinte forma: uma na terça-feira, duas na quarta-feira e uma na quinta-feira. Em agosto, após o lançamento das candidaturas, as sessões passaram a ocorrer apenas na terça-feira de cada semana.

Como justificativa, o requerimento aponta a necessidade de manter a produção legislativa da Casa de Leis, garantindo as votações das proposituras e os debates parlamentares. Além disso, reforça que a concentração das sessões foi consenso entre os deputados.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Pesquisa Ibope para 2º turno em Cuiabá, votos válidos: Abilio 50%; Emanuel Pinheiro, 50%

Publicado

em

Pesquisa Ibope encomendada pela TV Centro América e divulgada nesta sexta-feira (27) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos para o segundo turno das Eleições 2020 para a Prefeitura de Cuiabá:

 

O percentual de votos válidos de cada candidato corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Evolução

 

Em relação aos votos válidos do levantamento anterior do Ibope, de 23 de novembro:

  • Abilio foi de 54% para 50%
  • Emanuel Pinheiro foi de 46% para 50%

 

Votos totais

 

  • Abilio: 45%
  • Emanuel Pinheiro: 45%
  • Branco/Nulo: 8%
  • Não sabem ou não responderam: 3%

 

Evolução dos votos totais

 

Em relação aos votos totais do levantamento anterior do Ibope, de 23 de novembro:

  • Abilio foi de 48% para 45%
  • Emanuel Pinheiro foi de 40% para 45%
  • Branco/Nulo foi de 7% para 8%
  • Não sabem ou não responderam foi de 6% para 3%

 

Sobre a pesquisa

 

  • Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de Cuiabá
  • Quando a pesquisa foi feita: 25 a 27 de novembro
  • A pesquisa foi encomendada pela TV Centro América
  • Número de identificação na Justiça Eleitoral: MT‐09681/2020

 

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Por G1 MT

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana