conecte-se conosco



Cuiabá

Defesa Civil interditou creche sete meses antes de desabamento

Publicado

em

A atuação da Defesa Civil de Cuiabá evitou que uma tragédia fosse registrada com o desabamento de parte da creche filantrópica Nossa Senhora do Carmo, na segunda-feira (11). A unidade, localizada na Avenida São Sebastião, no Goiabeiras, foi evacuada por determinação do órgão em novembro de 2018, quando engenheiros constataram risco de deslizamento, causado pela construção de um prédio na Avenida 8 de Abril.

Na manhã desta terça-feira (12) a equipe da Defesa Civil realizou nova vistoria às salas de aula, igreja e quadra, constatando que cerca de 90% da estrutura está comprometida. Assim, segundo o capitão Joalino Domingos Ferreira, a adoção de medidas preventivas já não seriam suficientes.

“Quando tivemos conhecimento da situação, no ano passado, determinamos a interrupção imediata das atividades da instituição e, inclusive, auxiliamos na retirada dos móveis, levados para outro endereço. Se houvessem crianças ou funcionários no local, na hora do deslizamento, poderia ter acontecido algo pior”, diz.

Além da unidade, duas residências vizinhas também foram vistoriadas hoje. Contudo, apenas uma das casas foi afetada pelo acidente. “O imóvel fica a cerca de cinco metros da obra e apresenta rachaduras visíveis nas paredes e no chão. Solicitamos então que os moradores deixem o local ainda hoje”, explicou.

Ele afirma ainda que, embora na segunda propriedade avaliada não tenha sido detectado risco, o proprietário foi orientado a manter contato com os profissionais da construtora. “Pedimos que a família comunique qualquer alteração a nós e ao engenheiro da construtora, que está sempre no local”, afirmou o capitão Joalino Ferreira.

O engenheiro da Defesa Civil, José Pedro Zanetti explica que o edifício é erguido em um terreno bastante inclinado e que, por este motivo, a construtora responsável realizou uma série de cortes na terra e levantou estruturas de contenção, para garantir o nivelamento da terra.

O trabalho de monitoramento na região se estenderá pelas próximas semanas e um laudo oficial deve ser emitido na quarta-feira (11). Com relação a realocação da família prejudicada e das atividades da instituição filantrópica, a Defesa Civil informa que os trâmites são feitos diretamente entre os responsáveis e a construtora.

Redação

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Sargento vence Covid-19 e recebe homenagem ao deixar hospital

Publicado

em

Familiares, colegas de farda e equipe de saúde celebraram a recuperação do sargento da Polícia Militar de Mato Grosso Paulo Victor Iporã Parecis de Jesus, de 40 anos. Iporã contraiu a Covid-19 e na tarde desta quarta-feira (08.07) deixou o hospital depois de 11 dias internado, um deles em leito de UTI.

Na porta da Amecor, em Cuiabá, o sargento Iporã ouviu os aplausos de colegas de farda e as palavras de acolhida ditas pelo coordenador de Assistência Social da PMMT, tenente-coronel Diego Tocantins.

Um dia depois de deixar o hospital Iporã ainda se emociona ao lembrar da homenagem recebida. “Quando saí e vi que o pessoal da PM estava lá fiquei muito emocionado, me emociono só de falar agora. Ser policial militar foi o que eu sempre quis para minha vida, tenho orgulho de vestir a farda e do que a Polícia Militar faz pela sociedade”, disse.

O sargento Iporã tem 16 anos de carreira na PMMT, já serviu em unidade como 10º Batalhão, Batalhão Ambiental, Regimento Montado (Cavalaria) e está lotado na Escola Estadual Militar Tiradentes, unidade de Cuiabá, desde abril de 2019.

Como estava em isolamento social por causa da pandemia, e de licença prêmio, Iporã não sabe como se contaminou, mas observa que a esposa, que é professora, saia para gravar aulas e tinha contato com mais pessoas. A esposa dele e a enteada também contraíram a Covid-19, porém, com sintomas leves, se recuperaram sem a necessidade de internação hospitalar.

PMMT

Sargento Iporã ouviu mensagem de acolhida do tenente-coronel Diego Tocantins, coordenador de Serviço Social da PM(foto: PMMT)

DADOS

Iporã é um dos 147 policiais militares que já se recuperaram da Covid-19, a grande maioria sem necessidade de internação hospitalar. Na PMMT, que tem 7.100 policiais na ativa, 240 testaram positivo para Covid-19. Desses, quatro estão internados e 89 em quarentena, se tratando e recuperando em casa, conforme dados do monitoramento diário feito pela Diretoria Central de Inteligência (DACI) da PMMT.

A Polícia Militar lamenta os dois óbitos de policiais da ativa em consequência dessa doença, sargentos Welington Pereira Duarte, de 46 anos, de Primavera do Leste, e do também sargento Laercio Salvaterra Flores, de 44 anos, da Força Tática do 2º Comando Regional de Várzea Grande, assim como dos quatro policiais inativos(da reforma remunerada) que também faleceram por Covid.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana