conecte-se conosco



Variedades

Cresce o número de moradores de rua em Cuiabá

Publicado

em

Foto: TVCA/Reprodução

Os andarilhos que vivem nas ruas de Cuiabá estão sendo cadastrados e acolhidos pelo projeto ‘Quero Te Conhecer’, da Secretaria Municipal de Assistência Social. Um levantamento feito pelo projeto apontou que a maior parte da população de rua é de homens jovens com idade entre 22 e 31 anos.

Conforme o levantamento, em 2017, foram cadastrados 125 moradores de rua. Já em 2018, o número subiu para 150.

O projeto, segundo a secretaria, busca acolher os andarilhos, saber a origem deles, o que precisam, se querem procurar a família, entre outras ações de acolhimento.

“Também procuramos saber se eles têm interesse em retornar para a cidade de origem, se têm familiares aqui e há quanto tempo estão em situação de rua”, disse a secretária-adjunta de Assistência Social, Hellen Ferreira.

Gutierrez Fernandes, de 98 anos, saiu de Macapá e está morando nas ruas de Cuiabá há quase dois anos. Ele revelou que os familiares já morreram e, desde então, ele vive sozinho.

“Um dia a gente come, no outro não. É uma situação triste, porque não tenho parente, a família toda já morreu. O que eu posso fazer?”, lamentou.

Nilson Pereira de Souza, que também é morador de rua, disse que saiu de casa após um desentendimento com a família.

“Vivo com o alimento as pessoas dão, mas coberta e roupa não tenho. Eu amo minha filha, de vez enquanto ela entra em contato para saber onde estou. Quero sair dessa vida, mas eu preciso de um empurrão”, contou.

A secretária informou que as pessoas que vivem nessa situação e precisam de ajuda deve entrar contado com alguma unidade de assistência social do município.

Atualmente, Cuiabá possui dois Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), três unidades de acolhimento institucional e a Pastoral dos Migrantes.

“Temos telefones para contato. Qualquer pessoa pode ligar para nossa equipe. Essa é a melhor maneira de ajudar essa população”, pontuou Hellen.

 Por G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

Homem é detido após retirar corpo da avó de túmulo e dançar com cadáver na rua

Publicado

em

Um homem de 32 anos foi detido em Manaus na madrugada desta quinta-feira (2) após desenterrar o corpo da avó do cemitério Morro da Liberdade, Zona Sul da capital amazonense, e dançar com o cadáver na rua. Segundo a polícia, a família do homem informou que ele tem problemas psiquiátricos.

Ele foi levado para a delegacia e depois para um pronto socorro, onde deverá ficar até receber alta. Depois que for liberado, o homem deverá prestar depoimento sobre o caso.

De acordo com a polícia, o homem saiu do cemitério com o cadáver nos ombros, caminhando pela rua. A polícia foi chamada após ele ser visto dançando abraçado ao corpo a cerca de 1 quilômetro de distância do cemitério, no Beco dos Pretos, Centro da capital.

O homem foi amarrado por populares e familiares num poste até a chegada da polícia. O corpo estava no chão no momento da chegada de policiais .

“Familiares informaram que ele tem um laudo médico informando que ele tem transtornos mentais e que ele tinha interesse em resgatar, além da avó, outros familiares”, completou o tenente.

 

Por G1

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana