conecte-se conosco



Cuiabá

Cotistas devem cumprir nova etapa do processo seletivo

Publicado

em

Os candidatos cotistas do processo seletivo simplificado, que visa a contratação temporária de profissionais para a Secretaria Municipal de Obras Públicas, devem se apresentar, nesta terça-feira (08), para a realização da Aferição de Autodeclaração Racial. O procedimento cumpre com mais uma etapa estabelecida no Edital 002/2018 e acontece, a partir das 15h, na sede da Secretaria, situada na Avenida Carmindo de Campos, 3328, Dom Aquino.

Conforme a lista da Secretaria, um total de 38 candidatos se autodeclararam negros ou índios, sendo 12 para as vagas de agente de manutenção, três para auxiliar de topografia, três para engenheiro civil, três para mestre obra, um para pedreiro, seis para técnico de apoio operacional e outros dez para motorista de caminhão. O direito a 20% das vagas do processo para cotistas é assegurado pela Lei Municipal nº 5.842, de 30 de julho de 2014.

A convocação já estava prevista no cronograma anexado no Edital divulgado no dia 1º de outubro de 2018 e o não comparecimento do candidato implicará no indeferimento no pedido para cota. A orientação da Secretaria é que os postulantes cheguem ao local com pelo menos 30 minutos de antecedência, pois o procedimento começará impreterivelmente no horário marcado.

“Com esse procedimento de verificação, cumprimos mais uma importante etapa de lisura do processo e entramos na reta final do seletivo. Nossa perspectiva é que, com a conclusão desse certame, daremos mais um passo para ampliar o atendimento da Secretaria e levar seus serviços para todas as regiões da cidade”, explica o secretário Vanderlúcio Rodrigues.

Vagas disponíveis e salários

O processo seletivo da Secretaria Municipal de Obras Públicas oferece 210 vagas, além do cadastro de reserva, para os níveis fundamental, médio e superior. Iniciado no mês de outubro de 2018, com o lançamento do edital, o cronograma de realizações prevê o resultado final no próximo dia 15 de janeiro. As funções de nível médio irão atender às áreas de apontador, mestre de obras e técnico de apoio operacional. Já no superior serão contratados engenheiros civis, eletricistas e sanitaristas.

No fundamental, as vagas são para agente de manutenção, auxiliar de topografia, borracheiro, carpinteiro, eletricista, eletricista de caminhão, encanador hidráulico, lavador, lubrificador, marceneiro, mecânico de máquinas, motorista de caminhão, operador de pá carregadeira, operador de retroescavadeira, operador de rolo compactador, operador de escavadeira hidráulica, operador de moto niveladora, pedreiro, pintor, serralheiro e servente.

Para este seletivo, os salários variam de acordo com cada função, indo de R$ 1.050 a R$ 5.087,59. A remuneração segue a tabela salarial inicial estabelecida pela Lei nº 4.424/03, que dispõe sobre a contratação temporária nos órgãos da administração municipal. Em relação à jornada de trabalho, os profissionais que desempenharão as funções determinadas deverão cumprir a carga horária de 40 horas semanais.

 

POR  BRUNO VICENTE

Cuiabá

Unidades básicas de saúde suspendem agendamentos e atendem pacientes em livre demanda

Publicado

em

As unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família de Cuiabá suspenderam os atendimentos eletivos e passaram a atender a todos os pacientes em livre demanda, ou seja, sem agendamentos prévios. Com isso, as atividades que estavam programadas para a campanha do Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase, também estão suspensas.

“Ficou estabelecido por meio de ofício circular que, temporariamente, não serão agendadas as consultas de rotina, aquelas que o paciente vai de 30 em 30 dias ou de 60 em 60 dias para ser reexaminado, pacientes hipertensos, diabéticos, crianças. Porém, todos esses pacientes, seja qual for a patologia que ele tiver, se ele não estiver passando bem, ele pode ir sim à unidade, ele deve ir à unidade porque ela estará trabalhando de porta aberta, ela vai estar trabalhando com a demanda espontânea”, afirma a coordenadora de atenção primária à saúde, Jacqueline Miliosi.

A exceção são as gestantes que fazem pré-natal, que terão um dia ou período exclusivo para elas e para que a unidade e os profissionais possam se preparar, inclusive com a desinfecção do local, por serem do grupo de risco. “Gestantes e triagem neonatal (teste do pezinho) vão ter horário agendado. Cada unidade vai ver o melhor horário para fazer os atendimentos e as equipes vão entrar em contato com as gestantes acompanhadas”, afirma Jacqueline.

Ela explica que as mudanças são necessárias para reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e organizar o fluxo de pacientes nas unidades de saúde. “A gente fez isso porque, às vezes, a população imagina que indo para uma policlínica ou para uma UPA com sintomas leves lá vai ser atendida mais rápido, porém, como UPA e policlínica recebem pacientes de urgência, o que acontece? Esses pacientes com sintomas mais leves passam a ficar esperando e, às vezes, 3 ou 4 horas para serem atendidos porque as urgências são atendidas primeiro. Então, se ele procurar as unidades básicas de saúde com algum problema de saúde, com certeza o atendimento vai ser mais rápido”.

De acordo com Jacqueline Miliosi, os agentes comunitários de saúde terão um importante papel nesse momento. “Ele vai ser esse elo, junto com o enfermeiro e o médico, que conhecem a comunidade, para entrar em contato com os pacientes para que não vá todo mundo na unidade porque precisa trocar receita ou porque precisa agendar um exame. Eles vão criar esse elo e vão ajudar a resolver para que não aglomerem pessoas na unidade”, disse.

 

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana