conecte-se conosco



Polícia

Corretor que atuava ilegalmente na venda de imóveis é conduzido em operação

Publicado

em

A Delegacia Especializada do Consumidor (Decon), da Polícia Judiciária Civil, em parceria com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 19ª Região (Creci-MT) e Procon Municipal de Cuiabá, deflagraram no início da tarde de quinta-feira (18.10), a 4ª operação “João de Barro”, com objetivo de averiguar condutas irregulares na venda de imóveis.

A ação resultou na condução de A.W.F., 58, que atuava no comércio de imóveis de forma ilegal, sem a devida formação para a função e sem possuir registro junto ao Creci. Ele foi autuado em flagrante, em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por exercício ilegal e propaganda enganosa.

A quarta fase da operação foi deflagrada a pedido do Conselho Regional de Corretores de Imóveis com objetivo de confirmar uma denúncia de exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis, sem habilitação exigida conforme a Lei Federal nº 6530/78, assim como sem registro junto ao Creci.

As equipes foram até a residência do suspeito, no bairro Jardim Renascer, onde foi constatado que ele trabalhava como corretor de imóveis, realizando anúncios de casas, apartamentos e terrenos, através de um site de compra e venda pela Internet. Questionado, o investigado apresentou uma carteira de estagiário do Creci, que estava vencida há mais de 2 anos.

Diante da situação, o falso corretor foi conduzido a Decon, onde formalmente interrogado pelo delegado Antônio Carlos de Araujo, disse que trabalha na função de corretor há aproximadamente 4 anos e que possui contrato com um site, onde divulga as propagandas de venda e locação de imóveis. O suspeito disse ainda que chegou a iniciar um curso técnico em transações imobiliárias, mas não terminou por problemas de saúde.

Constatada a atuação irregular, o acusado responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por exercício ilegal de profissão ou atividade (conforme Lei das Contravenções Penais – 3.688/41 – relativas à organização do trabalho) e propaganda enganosa previsto no artigo 67 da Lei 8078/90.

O Procon Municipal de Cuiabá realizou auto de infração de prestação de serviço em desacordo com as normas expedidas pelo órgão oficial competente, caracterizando exercício ilegal da profissão, por não ser registrado junto ao Creci-MT.

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

NESTE MOMENTO: Quatro corpos são encontrados com sinais de execução

Publicado

em

Quatro pessoas foram brutalmente assassinadas possivelmente no final de semana na cidade de Aripuanã, noroeste de Mato Grosso. Os corpos das vítimas foram encontrados com sinais de execução nesta segunda-feira, dia 23, numa mata entre Tutilândia e Aripuanã, no Mato Grosso.

Uma das vítimas identificada como Deuzilene Tavares, de 40 anos, conhecida como “Babalu” teve seu corpo completamente carbonizado. Informações iniciais são de que o filho dela Luiz Felipe, de 19 anos, e o marido dela identificado apenas como Maiado também foram mortos no local, além de um outro homem que supostamente teria pego carona com as vítimas que também foi assassinado.

De acordo com as primeiras informações, os corpos, dois deles algemados, estavam ao lado de um veículo que também foi incendiada tudo isso para dificultar os trabalhos da perícia oficial que já se deslocou para o local juntamente com uma equipe de policiais civis da regional de Juína.

Num aplicativo de mensagem circulam áudios em que relatam que uma quinta pessoa que seria uma mulher teve sua vida poupada pelos executores, ela estava gestante e teria sido trazida até Juína e depois foi ordenada para ir embora se não morreria.

A polícia civil vai apurar os reais motivos dos assassinatos bem como autoria, no entanto, uma das hipóteses que foram levantadas é que as execuções tenham algo relacionado com o garimpo daquele município, porém as investigações deverão esclarecer com precisão todos os fatos.

 

Por Juína News

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana