conecte-se conosco



Educação

Cerca de 6 mil profissionais da rede pública municipal participam a partir do dia 23, da Semana Pedagógica 2019

Publicado

em

A Semana Pedagógica da Escola Cuiabana 2019 começa na próxima semana com reuniões entre gestores da Secretaria Municipal de Educação e secretários, diretores e coordenadores de todas as unidades educacionais. As reuniões terão como tema A gestão administrativa, financeira e pedagógica: desafios da Escola Cuiabana.

Na quarta-feira (23), no auditório Maestro China da SME, a reunião será com os secretários das unidades educacionais, divididos nos dois períodos, manhã e tarde. No dia 24, será a vez dos diretores, que estarão reunidos no auditório das Faculdades Evangélicas Integradas Cantares de Salomão (FEICS), das 08h às 12h, e no dia 25, das 14 às 18h, no Hotel Fazenda Mato Grosso, com os coordenadores.

O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos falou sobre o papel da Secretaria neste momento de formação e planejamento do ano letivo. “Cabe à Secretaria, orquestrar os grandes temas e delinear orientações administrativas, de gestão e pedagógicas para que os profissionais, com base na política municipal de Educação e no Projeto Político Pedagógico de cada uma das unidades, possam aprimorar a sua prática e ofertar um ensino de qualidade para os estudantes da rede pública municipal”, destacou Alex Vieira Passos.

A Semana Pedagógica da rede pública municipal, que irá reunir cerca de 6 mil profissionais da Educação, foi pensada a partir da realidade escolar com o objetivo de subsidiar gestores e profissionais das unidades educacionais, por meio de orientações, palestras e estudos, a realizarem o planejamento escolar do ano letivo 2019, além de fortalecer o processo de formação continuada, sobre temas que afetam o cotidiano da sala de aula.

Entre os temas que serão abordados nas palestras, oficinas e mesa redonda da Semana Pedagógica 2019 estão o Programa de Alfabetização Cuiabana (Proac), a Escola Cuiabana, o Currículo flexibilizado na Educação Inclusiva, Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Educação de Jovens e Adultos (EJA), escola do campo, Nutrição Escolar, Pedagogia Afetiva, Educação Empreendedora e outros.

 

Programação

Reuniões de orientação: A gestão administrativa, financeira e pedagógica: desafios da Escola Cuiabana

 

Dia 23/01

Horário: das 8h às 12h e das 14h às 18h

Local: Auditório Maestro China, da Secretaria Municipal de Educação (SME)

Público: secretários das unidades educacionais

 

Dia 24/01

Horário: das 08h às 12h

Local: Auditório das Faculdades Evangélicas Integradas Cantares de Salomão (FEICS)

Público: diretores das unidades educacionais

 

Dia 25/01

Horário: 14h às 18h

Local: Hotel Fazenda Mato Grosso

Público: coordenadores das unidades educacionais

 

Semana Pedagógica da Escola Cuiabana 2019

Data: 23 de janeiro a 8 de fevereiro

Locais: Auditório Maestro China da Secretaria Municipal de Educação (SME), Hotel Fazenda Mato Grosso, Auditório das Faculdades Evangélicas Integradas Cantares de Salomão (FEICS), EMEB Madre Marta Cerutti

 

Solenidade de início do ano letivo 2019 – Aula Inaugural

Palestra: Pedagogia Afetiva na Escola

Data: 8 de fevereiro

Horário: das 8h às 12h e das 14h às 18h

Local: Auditório Maestro China da Secretaria Municipal de Educação

 

Por Maria Barbant

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Educação

Primeiro Enem Digital começa no domingo (31)

Publicado

em

por Governo Federal

 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) começa a aplicar a versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 neste domingo, 31 de janeiro. É a primeira vez que o exame terá provas digitais. A estreia ocorrerá em modelo-piloto e a implementação será progressiva, com previsão de se consolidar em 2026. O segundo dia de aplicação será no domingo seguinte, dia 7 de fevereiro.

A inscrição na edição de 2020 foi opcional. Com isso, os participantes puderam optar entre o modelo digital e a prova em papel. Nesta primeira aplicação em computador, não haverá a participação dos chamados “treineiros” — inscritos da 1ª ou da 2ª série do ensino médio que fazem a prova para testar conhecimentos. Assim, apenas concluintes do ensino médio e pessoas que já concluíram essa etapa de ensino em anos anteriores farão as provas. Também não haverá atendimento especializado nesta edição.

O Inep disponibilizou 100 mil inscrições para a versão digital. Ao todo, 96.086 pessoas confirmaram a participação. É importante destacar, ainda, que as provas serão aplicadas para 93.217 inscritos em 104 cidades brasileiras, já que não haverá aplicação para os 2.896 inscritos do Amazonas. O Inep e o Ministério da Educação (MEC) unirão esforços institucionais, em conjunto com o governo amazonense, para a adoção de soluções administrativas alternativas com vistas à aplicação do Enem no estado, nas datas previstas para a reaplicação, em 23 e 24 de fevereiro.

Futuro da avaliação

“O futuro é o Enem Digital. Pela primeira vez na história do Brasil, haverá uma aplicação em computador. Com isso, você não tem a impressão de provas, como na versão em papel. Além disso, isso nos possibilita uma velocidade muito maior para receber os resultados, com agilidade e flexibilidade”, pontuou o presidente da autarquia, Alexandre Lopes.

Alexandre Lopes também destacou o aprimoramento da execução logística do exame, com o advento da aplicação digital. “Não é meramente sobre fazer uma prova digital, o que é bom para haver questões melhores, mas para proporcionar flexibilização logística. É a forma de conseguir uma economia maior, agilidade e questões melhores. As provas digitais representam o futuro da avaliação e a gente está trazendo isso para o Brasil, em termos de exames em larga escala, por meio do Enem”, completou o presidente do Inep.

Além da melhoria na qualidade da prova e dos processos logísticos, outro objetivo da implementação gradativa do Enem Digital é possibilitar a aplicação do exame em várias datas ao longo do ano, por agendamento.

O modelo de aplicação também é uma forma de incentivar as escolas a implementarem plataformas digitais para os alunos, além de estimular iniciativas de introdução dos estudantes à cultura digital, por parte das redes de ensino.

Provas

Vale ressaltar que a aplicação do Enem Digital será presencial. Nesse sentido, as provas não serão aplicadas em casa, a distância ou em computadores particulares. O exame ocorrerá em municípios e locais de prova selecionados pelo Inep, sob as mesmas condições de segurança e sigilo do Enem impresso. A estrutura da prova também será igual à da versão impressa. Cabe destacar, ainda, que a redação será feita como no exame em papel e deverá ser escrita à mão.

No primeiro dia do exame, os inscritos farão as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, assim como de ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. Quanto à prova de língua estrangeira, o participante deverá responder somente às questões referentes ao idioma que escolheu (inglês ou espanhol) na inscrição. A aplicação terá cinco horas e meia de duração. Já no segundo dia, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, bem como de matemática e suas tecnologias. Nesse caso, os participantes terão cinco horas para finalizar o exame.

Cartão de Confirmação de Inscrição

Os inscritos já podem conferir os locais de prova. As informações estão no Cartão de Confirmação de Inscrição, disponível desde o dia 15 de janeiro, na Página do Participante. O cartão contém as datas e os horários das provas, assim como o número de inscrição e a opção de língua estrangeira selecionada.

O documento também registra a indicação de tratamento pelo nome social, caso essa solicitação tenha sido feita e aprovada. Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que o inscrito leve o cartão nos dias de aplicação.

Login único

É importante lembrar que, para acessar a Página do Participante, o inscrito deve, obrigatoriamente, cadastrar-se no portal do Governo Federal, no endereço eletrônico acesso.gov.br. O login e a senha únicos são necessários para acessar informações a respeito da inscrição.

O cadastro no portal gov.br garante maior segurança e transparência nos acessos aos sistemas. O procedimento faz parte do processo de unificação de todos os serviços digitais dos órgãos públicos, alinhado ao Plano de Transformação Digital do Governo Federal. Com isso, é necessário se cadastrar somente uma vez para ter acesso liberado a todos os serviços.

Medidas preventivas

Os protocolos de prevenção contra a Covid-19 estabelecidos para o Enem 2020 foram definidos, em conjunto, entre o Inep e as empresas contratadas para a aplicação do exame, com base nas principais diretrizes do Ministério da Saúde e de outros órgãos e entidades de referência.

Entre as medidas implementadas estão a disponibilização de álcool em gel nas salas e a obrigatoriedade do uso de proteção facial durante a prova. O participante poderá levar mais de uma máscara para troca ao longo do dia. As máscaras serão verificadas pelos fiscais para evitar infrações. O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde a entrada até a saída do local de provas, ou recusar-se, injustificadamente, a respeitar os protocolos de prevenção contra o coronavírus, a qualquer momento, será eliminado do exame.

Pessoas que não poderão comparecer ao primeiro dia de aplicação, em virtude do diagnóstico de Covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa prevista no edital, têm até o sábado, 30 de janeiro, para solicitar a participação na reaplicação das provas, que ocorrerá no formato impresso, em 23 e 24 de fevereiro. A solicitação deverá ser feita na Página do Participante.

Os inscritos que apresentarem sintomas na véspera ou no dia da prova não deverão comparecer ao exame, primando pela segurança e pela saúde coletiva. Nesses casos, os participantes poderão solicitar a reaplicação, posteriormente, em data a ser divulgada pelo Inep. A aprovação ou a reprovação da solicitação deverá ser consultada, também, na Página do Participante.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana