conecte-se conosco



Cultura

Centro Histórico e Cultural do Mackenzie inaugura exposição Harpias XXI

Publicado

em

O Centro Histórico e Cultural Mackenzie (CHCM) inaugurou ontem (23) a exposição “Harpias XXI”, criada pelas artistas e professoras da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Fanny Feigenson, Maria Augusta Pisani, Ruth Verde Zein e Ana Gabriela Gordinho Lima. O acervo ficará exposto até o dia 29 de setembro, com entrada gratuita, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Por meio de quadros, pinturas em tecido e instalações, as professoras sugerem um debate sobre “Quem é a nova mulher no século XXI?”, fazendo uma relação metafórica com a figura da harpia, deusa da mitologia grega, representada como ave de rapina com corpo de mulher.

Serviço:

Exposição: Harpias XXI

Centro Histórico e Cultural Mackenzie

Rua Itambé, 143 – Prédio 1.

Visitação: de 23 de agosto a 29 de setembro de 2018.

Horários: segunda a sexta, das 9h às 21h, e sábados, das 10h às 16h.

Entrada Gratuita.

Informações: (11) 2114-8661

 

 

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Leilão de arte beneficia animais do Pantanal

Publicado

em

Obras de arte doadas por renomados artistas mato-grossenses – e até internacionais, estão em leilão para arrecadar recursos em prol dos animais do Pantanal. A iniciativa é do Grupo de Voluntários SOS Animais do Pantanal e do Instituto Ação Verde, com apoio da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt). Ao todo, são 56 obras, incluindo pintura – em diversos e técnicas –, desenho, fotografia e escultura. O leilão é online e vai até às 18h do dia 10 de dezembro.

O lance inicial varia de obra para obra. Para participar, é necessário acessar o sistema do leilão e fazer um cadastro, que vai gerar uma senha e permitirá que sejam registrados os lances online. Clique aqui para visitar a página do leilão.

De acordo com Adilson Valera, que preside o Instituto Ação Verde, o Pantanal necessita de uma estrutura para monitoramento e atendimento clínico aos animais. E, as doações das obras dos artistas demonstra sensibilidade e um sinal que a sociedade quer e precisa ter gestão da flora e fauna do Pantanal mato-grossense. Por este motivo, o instituto está atuando como um instrumento facilitador.

“O pantanal é nossa maior riqueza de biodiversidade. A missão do Instituto Ação Verde é em defesa do meio ambiente, por isso estamos mobilizados para promover a regeneração da maior planície alagada do mundo e, claro, de toda sua fauna que precisa muito da nossa ajuda”, pontua Valera.

Todas as obras foram avaliadas por curadores do segmento, que estabeleceram o valor mínimo inicial de cada lote. A arrecadação será integralmente direcionada à campanha SOS Animais do Pantanal, cujo objetivo é dar suporte operacional à equipe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) na assistência de alimentação e hidratação dos animais silvestres afetados pelos incêndios que destruíram grande parte do Pantanal mato-grossense. Iniciativas preventivas também serão financiadas por meio da ação solidária.

“A curadoria foi feita pelos artistas Vicente Paulo e Helena Botelho Artista. São várias obras, entre elas peças que carregam em si cinzas e carvão coletados das queimadas que destruíram e ainda destrói o Pantanal, já que focos têm ressurgidos na região. E, para que esta tragédia não aconteça mais, precisamos nos mobilizar. Este leilão é um exemplo de como nossa união pode ajudar a salvar o Pantanal”, destaca a psicóloga e defensora dos animais, Márcia Venturini, que mobilizou os artistas para participar da causa.

O pagamento das obras pode ser parcelado, dependendo do valor. Todas as informações estarão no site do leiloeiro, cuja equipe está realizando o leilão de forma gratuita, sem comissão e nenhum custo.

Para baixar o catálogo das obras em PDF, acesse aqui.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana