conecte-se conosco



Polícia

Casal tenta despistar barreira, mas PM descobre roupas furtadas de lojas

Publicado

em

Policiais militares do 3º Pelotão de Cláudia (a 620 km de Cuiabá) prenderam nesta segunda-feira (03.08), um homem e uma mulher por furtos.

A equipe realizava bloqueio policial na MT-423 sentido cidade de Marcelância quando percebeu que o motorista de um veículo manobrou seguindo outra direção. Devido à atitude, foi iniciado o acompanhamento e abordagem.

No veículo estava uma mulher e várias roupas novas com etiquetas no banco de trás. Questionado, o homem disse que tinha comprado as peças em Goiânia para revender em Peixoto de Azevedo, porém, foi indagado por estar fora da rota do destino.

Com a contradição, os policiais iniciaram a vistoria nas peças e, encontraram as etiquetas de duas lojas localizadas em Cláudia e Sinop. Em contato com os proprietários, confirmaram os furtos e as  características dos suspeitos batiam com as do casal.

A dupla confessou. Um entrava na loja e despistava o vendedor enquanto outro vestia mais de duas peças no provador. Logo em seguida, saiam com a desculpa que iam buscar o cartão do banco que tinha ficado no carro.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Ação integrada liberta pessoas mantidas reféns em aldeia indígena

Publicado

em

Policiais militares do 14º BPM de Primavera do Leste (a 231 km de Cuiabá) junto com agentes da Polícia Federal e da Fundação Nacional do Índio (Funai), libertaram na segunda-feira (28.09), 13 pessoas que eram mantidas reféns na aldeia indígena Ramo da etnia Ikpeng, no Alto Xingú.

Os militares foram acionados pela equipe da Funai porque pessoas tinham entrado na reserva indígena sem autorização para pescar, por isso, foram impedidas de sair.

Foi montada uma estratégia de negociação com a participação de militares da Força Tática, agentes federais e da Funai. No local, foi descoberto que o grupo era de Goiás e Minas Gerais.

A negociação de gerenciamento de crise foi intermediada pelos militares e durou duas horas. O resultado foi a libertação das pessoas de forma  pacífica pelos indígenas.

O registro da ocorrência e os tramites legais ficaram sob a responsabilidade da Polícia Federal.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana