conecte-se conosco



Polícia

Carros apreendidos e sem procedências poderão reforçar frota da segurança pública

Publicado

em

Carros apreendidos com bandidos e sem identificação poderão reforçar a frota da segurança pública e dos profissionais da saúde, durante o período de calamidade pública devido ao novo coronavírus (Covid-19), conforme consta no projeto de Lei nº 474/2020, de autoria do deputado estadual Elizeu Nascimento (DC).

O projeto permite a utilização, pelas polícias civil e militar do eEstado de Mato Grosso, no enfrentamento à criminalidade, e pelos profissionais da saúde vinculados à Secretaria de Estado de Saúde – SES/MT, no combate ao novo coronavírus (Covid-19), durante o período em que perdurar o estado de calamidade pública, declarado pelo Decreto nº 424 de 25 de março de 2020, ou norma que venha a substituí-lo, de veículo automotor apreendido, cuja procedência e propriedade não puderem ser identificadas por vistoria e exame pericial em função de adulteração de sua numeração original.

O veículo será empregado em atividades exclusivas de segurança pública, comprovado o interesse público, e pelas profissionais da saúde, quando verificada a necessidade de disponibilização de automóvel a ser utilizado especificamente nas atividades voltadas ao combate à Covid-19.

“O objetivo deste projeto de lei é conferir uma destinação útil a milhares de veículos apreendidos e sem proprietário identificado que abarrotam os depósitos públicos. Tais veículos acabam sucateados, destruídos pela ação do tempo e pela falta da manutenção necessária”, enfatizou Elizeu Nascimento.

O princípio do interesse público demanda a finalidade da serventia dos veículos apreendidos e não identificados, que, por sua própria natureza, deterioram-se sem uso, sendo o momento atual necessário e oportuno para a destinação de tais veículos às forças de segurança pública e às equipes de saúde pública do Estado de Mato Grosso, visto se tratar de uma situação de calamidade pública, conforme declarado por ato do governo do estado.

“Nada mais razoável que tais veículos apreendidos sem identificação sejam utilizados em finalidades sociais do Estado, como repressão à criminalidade, investigações e salvamento de vidas, sempre observando os princípios do interesse público e da eficiência, tão caros à atuação administrativa”, finalizou Nascimento.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Polícia liberta reféns e frustra tentativa de roubo a clínica odontológica; bandido é baleado

Publicado

em

Na manhã desta sexta – feira (03.07) a Polícia Militar frustrou uma tentativa de roubo com refém em uma clínica odontológica, em Cuiabá. Os policiais interviram na ação criminosa, libertando funcionários e clientes que eram mantidos reféns pelos dois suspeitos. Um homem de 38 anos foi alvejado na perna e preso, os policiais seguem em diligências pela região em busca do segundo suspeito.

Uma equipe de policiais do 10 Batalhão de Polícia Militar realizava patrulhamento de rotina no bairro Jardim Cuiabá quando identificaram uma ação suspeita nas proximidades de uma  clínica odontológica na Avenida das Flores. Ao checar o local, os militares identificaram os dois suspeitos que haviam rendido funcionários e clientes da clínica.

Os policiais cercaram o local e solicitaram apoio do Batalhão Rotam e interviram na ação criminosa, prendendo o suspeito que estava baleado na perna após um médico que tem porte de arma de fogo reagir. O homem presa já tem passagem pela polícia por crimes de roubo e homicídio, ele foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento  Móvel de Urgência (Samu) e conduzido ao hospital.

Os policiais localizaram os pertences pessoais das vítimas como celulares, dinheiro e jóias que já estavam na mochila do suspeito. O outro comparsa fugiu com a arma de fogo utilizada para práticar o roubo.

Segundo as vítimas, os suspeitos invadiram a clínica, renderam os funcionários para roubar. Uma das pessoas que era mantida de refém reagiu, entrou em luta corporal e atirou na perna do suspeito. O outro comparsa fugiu do local. Nenhuma vítima se feriu.

A Polícia Militar segue fazendo diligências na região em busca do segundo suspeito.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana