conecte-se conosco



Política MT

Candidatos não informam arrecadação ao TRE e podem ser investigados por caixa 2 de campanhas eleitorais

Publicado

em

Até a noite desta terça-feira (21/08), nenhum dos candidatos ao governo de Mato Grosso enviou ao Tribunal Regional Eleitoral o relatório financeiro das doações recebidas em dinheiro. Por força de lei, assim que receber qualquer doação em dinheiro, todos os candidatos têm 72 horas para enviar o relatório à Justiça Eleitoral, por meio eletrônico.

A presença maciça das campanhas nas ruas, assim como a circulação de vídeos de campanha pelas redes sociais, com produção de alto nível, que indicam a contratação de profissionais experientes na área de audiovisual, levam a Justiça Eleitoral a concluir que há indícios de gastos sem declaração oficial, ou seja, caixa dois de campanhas eleitorais

.

A equipe técnica do TRE está trabalhando no cruzamento de dados e, constando indícios de pagamento de campanha eleitoral sem a devida informação oficial, enviará os dados à Procuradoria Regional Eleitoral, para providências cabíveis.

O eleitor-cidadão também pode contribuir com este trabalho. Basta gravar em fotos ou vídeos os atos de campanhas nas ruas de sua cidade, ou salvar os vídeos recebidos pelas mídias sociais, e enviar para o e-mail [email protected] , com dados do candidato, local onde o fato foi registrado e outras informações que venham a auxiliar a Justiça Eleitoral. Estas informações serão analisadas junto com a prestação de contas de campanha dos candidatos.

 

Partidos receberão quase 1 bilhão para campanhas neste ano e sociedade precisa fiscalizar

 

As campanhas eleitorais estão sendo financiadas, em sua esmagadora maioria, por recursos públicos oriundos do Fundo Eleitoral ou do Fundo Partidário. Nesta semana o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que 22 partidos políticos já receberam os recursos do fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido popularmente como Fundo Eleitoral.

Dos 35 partidos registrados no TSE, 34 vão receber recursos para a campanha dos seus candidatos. Nas eleições deste ano, serão distribuídos aos diretórios nacionais dos partidos, para essa finalidade, um total de R$ 1.716.209.431,00.

Os critérios para a distribuição aos candidatos são dos próprios partidos. Clique aqui  para ler a matéria do Tribunal Superior Eleitoral. E clique aqui  para conhecer os valores e os critérios de cada partido para distribuir o recurso público de campanha eleitoral aos seus candidatos.

A tabela com a distribuição das cotas está disponível no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet, no link  .

Alguns candidatos contam também com doações de pessoas físicas, até o limite de 10% do rendimento bruto do exercício financeiro anterior. A arrecadação por meio da modalidade “crowdfunding”, ou vaquinha virtual, é realizada pela internet. Também neste caso, os candidatos tem 72 horas para informar à Justiça Eleitoral os valores recebidos de pessoas físicas.

Assessoria de Comunicação Social

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Emanuel agradece a população  e destaca campanha propositiva

Publicado

em

 

Prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), votou neste domingo (29), na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), no Centro da capital. O emedebista conversou com  à imprensa, agradeceu a população cuiabana por levá-lo ao segundo turno e destacou que realizou uma campanha “propositiva e de alto nível”.

“Fizemos uma campanha propositiva, com proposta de alto nível, com respeito a população cuiabana e Cuiabá. Sempre mostrando os feitos da nossa gestão, e as propostas para os próximos 4 anos. Consolidando um momento de mudança e transformação da nossa cidade. Priorizamos  o desenvolvimento da nossa cidade , sempre olhando os mais humildes e os mais carentes”, destacou.

Pinheiro lembra que  no primeiro turno enfrentou sete candidatos, além do governador Mauro Mendes (DEM). ” O  primeiro turno foram todos contra Emanuel e ainda, tendo o governador se posicionando  duramente contra a nossa candidatura. Mas seguimos humildemente, com o povo ao nosso lado, sempre buscamos o apoio popular. E com o povo ao meu lado e chegamos ao segundo turno, olho no olho com a população, sintonia com a população  e com a aprovação de 80%da nossa gestão,  crescemos nesta semana de forma acelerada e nosso adversário estacionou e teve uma queda. Estamos entusiasmado, com muita energia positiva e muita fé em Deus”, comentou o prefeito.

Por fim, o emedebista aconselha o seu adversário a ter mais humildade no trato com as pessoas e se preparar para a vida pública. “Falta humildade, equilíbrio, experiência, um preparo maior. Ao invés de buscar o poder pelo poder, poderia buscar conhecer Cuiabá se preparar, ter mais humildade e dialogar com a população e apresentar-se como candidato que tenha condições equilíbrio e controle para administrar uma cidade tão promissora como  a nossa.  Temos que ter humildade,  a vontade do povo é soberana, mas estamos muitos felizes por chegarmos até aqui”, agradeceu Emanuel.

Por Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana