conecte-se conosco



Esportes

Câmara aprova lei que estabelece igualdade entre homens e mulheres no esporte

Publicado

em

Foi aprovada pela Câmara de Vereadores a Lei que estabelece igualdade de premiação em eventos e competições esportivas realizados em Cuiabá. De autoria do vereador Abilio Junior (PSC), o objetivo da lei, segundo o parlamentar, é fomentar a igualdade de gênero.

“Ora, se as competições demandam o mesmo esforço físico ou mental, porque haver a diferenciação de premiação? Precisávamos avançar, quebrar essa barreira. E, foi pensando nessa diferenciação existente que decidimos criar a lei, com a ideia de acabar com os problemas que, muitas vezes, acabavam desestimulando as mulheres à prática desportiva”, explicou Abilio.

Segundo o técnico das Seleções Mato-grossenses de Base de Futsal Feminino e Masculino, Marcus Penna, realmente o preconceito ainda está bastante presente no Futsal. E que, iniciativas como a do vereador Abilio contribuem para valorização da mulher no esporte.

“Infelizmente a discrepância de premiação está presente nos eventos da modalidade esportiva. Realmente essa é a nossa realidade. Ainda há muito preconceito por parte dos empresários e, até mesmo, dos próprios Governos (Municipal, Estadual e Federal). Acho que falta um pouco de boa vontade por parte desses órgãos e empresários para começar a ‘dividir o bolo’ de forma igual”, considerou Penna, destacando que a equipe feminina de Futsal Mato-grossense é Bicampeã Brasileira (2009/2013).

Diferente dessa realidade, a modalidade de atletismo, de acordo com o presidente da Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT), Tomires Campos Lopes, já tem como prática a igualdade entre os gêneros. Contudo, avaliou Tomires, “a criação da lei deve fortalecer ainda mais esse propósito, pois ainda têm muitas modalidades que não priorizam essa igualdade”.

Em Itajaí (SC), por exemplo, um campeonato de skate ofereceu como prêmio o valor de R$ 17 mil para o vencedor masculino e R$ 5 mil para categoria feminina. Isso significa que o homem, nesse caso, recebeu 240% a mais que a mulher, em uma mesma competição.

“O que percebemos é que, mesmo diante de várias conquistas, as mulheres ainda sofrem preconceito no esporte, assim como em outras áreas amadoras e até profissionais, como a do jornalismo, por exemplo. A nossa lei tem como propósito eliminar essa desigualdade existente”, salientou Abilio, citando a disparidade salarial observada entre os apresentadores do Jornal Nacional, Willian Bonner (cerca de R$ 700 mil/mês) e a Renata Vasconcelos (R$ 200 mil/mês) da Rede Globo.

 

Dana Campos
Assessoria de Imprensa/Vereador Abilio Junior (PSC)

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Atletas do Jiu-Jitsu Rotam da PM são contemplados com bolsa atleta

Publicado

em

Esta semana, atletas do projeto social Jiu-Jitsu Rotam da Polícia Militar foram contemplados com o apoio financeiro do Programa Bolsa Atleta do Governo do Estado. Com o recurso, Felipe Leonardo Costa Lima, de 17 anos, e Lucas Santana Nascimento, de 16 anos, poderão custear suas atividades esportivas.

Pela primeira vez, alunos atletas do projeto da PM desenvolvido pelo Batalhão Rotam foram aprovados e conquistaram o aporte financeiro do programa.Felipe Leonardo, que é faixa azul, está no Jiu-Jitsu Rotam há seis anos, é um dos alunos mais antigos do projeto e  já coleciona inúmeras vitórias no tatame.

Somente no ano de 2019, o jovem venceu quatro  das seis lutas em que participou. Mesmo diante de um ano pandêmico, Felipe não parou de treinar, a dedicação ao jiu-jitsu levou o atleta  mais uma vez a subir ao pódio; o atleta conquistou medalha de ouro  no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), em São Paulo.

Atleta faixa azul, Lucas Santana do Nascimento está no projeto social da Rotam há três anos e já venceu competições importantes como Abu Dhabi Jiu- Jitsu PRO AJP e o primeiro lugar do Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu.

Com o aporte financeiro, os dois jovens moradores  do bairro Dom Aquino, na capital, poderão custear uniformes, materiais esportivos, transporte, alimentação, suplementação para alta performance, hospedagem para participar das competições, entre outras necessidades.

O Programa Bolsa Atleta da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer garante benefício financeiro com valores entre  R $250 a R$1,6 mil  pelo período de 12 meses. Mais dois atletas do projeto da Polícia Militar já estão na lista de espera para serem contemplados com o benefício. Para que os atletas fossem selecionados tiveram que preencher vários requisitos, onde foi elaborado currículo individual com todas as conquistas de cada participante.

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana