conecte-se conosco



Variedades

Bezerro de qualidade só é possível com touro provado

Publicado

em

Leilão Fazendas Sant’Anna destaca papel do reprodutor nos preços do bezerro e na eficiência da recria e engorda

A produtividade ganha espaço na fazenda, pelo simples fato de que, assim como qualquer outro negócio, a pecuária necessita ser competitiva e garantir rentabilidade. Um bezerro Nelore de qualidade, bem criado e aliado a uma recria com bom manejo e nutrição adequada, garante uma engorda eficiente.

Consequentemente, colabora para redução dos custos de produção, pois encurta o ciclo, aumenta o rendimento de carcaça e proporciona a qualidade de carne tão desejada pelos, cada vez mais exigentes, consumidores.

Para atingir esse ciclo produtivo mais eficiente, o simples investimento em nutrição, manejo e saúde animal não se justificará, caso não seja aplicado em animais com genética superior.

Grosso modo, o problema é que só comida não garante bons resultados.  Por melhor que seja a dieta, não dá para produzir boi bom com bezerro sem procedência genética.

Um bezerro Nelore de qualidade nasce sem gerar problemas de parto, desmama pesado e recria com ponderais expressivos, além de engordar desenvolvendo carcaça frigorífica superior.

Estrutura forte, costelas profundas, arqueadas e espaçadas, musculosidade, aprumos corretos e boa caracterização racial são indicativos de um animal fruto de investimento em genética.

Bezerros filhos de touros selecionados por criatórios tradicionais, idôneos e comprometidos com a eficiência produtiva dão ao produtor a garantia de resultado nos animais produzidos.

É exatamente esta a qualidade proposta na 29ª edição ininterrupta do Leilão Fazendas Sant’Anna, que será realizada na sede da propriedade, em Rancharia (SP), dia 16 de setembro, com transmissão do Canal Terraviva a partir das 12h. O remate começa às 14h.

O leilão coloca à disposição dos produtores 180 touros PO da raça Nelore, além de uma bateria especial de dez reprodutores Brahman PO e POI, raça de origem norte-americana presente no Brasil e nas Fazendas Sant’Anna desde 1994.

Neste ano, os promotores também inovam e trazem ao público uma restrita oferta de sua genética Gir Leiteiro, selecionada na unidade de Pardinho (SP), hoje responsável pelo grande sucesso da marca de queijos Pardinho Artesanal.

“Todos os anos recebemos fotos e relatos dos resultados de nossos clientes satisfeitos ao desmamarem a bezerrada mais pesada na fazenda com o uso de touros Sant’Anna. Essa é a grande satisfação de nosso trabalho”, destaca Bento Mineiro, diretor das Fazendas Sant’Anna.

Anualmente, cerca de 500 pecuaristas de todas as regiões do Brasil acompanham o remate da Sant’Anna em Rancharia, de onde já embarcaram milhares de touros rumo, principalmente, às regiões Centro-Oeste e Norte, além do Sudeste.

“Há 44 anos a Fazenda Sant’Anna conduz um trabalho dedicado à melhoria da pecuária nacional, disponibilizando ao mercado touros com excelente padrão racial, funcionais e com garantia de serviço a campo”, destaca Jovelino Carvalho Mineiro, proprietário das Fazendas Sant’Anna.

Bateria especial da raça Brahman

A principal raça zebuína dos Estados Unidos, onde foi criada, e presente em mais de 70 países, desembarcou na Fazenda Sant’Anna em 1994 com o objetivo de fazer o plantel mais adaptado às condições tropicais, tendo sua base em linhagens paraguaias e australianas, raras no Brasil.

Essa opção deu ao Brahman Sant’Anna diferenciais muito importantes e ausentes em linhagens americanas como aprumos firmes, umbigo corrigido e alta fertilidade. Fatores fundamentais para quem produz gado a campo nos trópicos.

“A genética mostra seu resultado no médio e longo prazo. Essa é a hora de investir porque o horizonte é positivo para a pecuária. É um setor sólido e que vai mostrar todo seu potencial, com o aumento em nível mundial da demanda por carne bovina”, conclui Bento Mineiro.

ü  Mais informações e inscrições: (18) 3265-1329 / www.fazendasantanna.com.br 

SERVIÇO:

29º Leilão Fazendas Sant’Anna

Em oferta: 180 touros Nelore PO e bateria especial de touros Brahman PO e POI

Data: 16 de setembro, às 14 horas

Transmissão: Canal Terraviva

Promoção: Fazendas Sant’Anna

Informações: (18) 3265-1329

Cadastro e Lances: Central Leilões – (18) 3608-0999

Assessoria Comercial: Guto Assessoria

Condições de Pagamento: 2+2+2+2+2+20 parcelas (cinco duplas e 20 únicas)

Condições de frete: “free” para diversas regiões (consulta no site www.fazendasantanna.com.br)

 

 

Fonte:  Rafael Felipe-Assessoria

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro

Publicado

em

Repórter da Agência Brasil – Brasília

Pelo quarto mês consecutivo, o saldo de geração de empregos ficou positivo. Foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. O resultado recorde na série histórica iniciada em 1992 está no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (26) pelo Ministério da Economia.

O estoque, que é a quantidade total de vínculos ativos, em outubro chegou a 38.638.484, variação de 1,03% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, o saldo é negativo em 171.139, decorrentes de 12.231.462 admissões e de 12.402.601 desligamentos.

Dos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas, quatro tiveram saldo positivo no emprego em outubro. O principal foi o setor de serviços, que abriu 156.766 novas vagas. No comércio foram criados 115.647 postos; na indústria, 86.426; na construção, 36.296.

Segundo o secretário do Trabalho, Bruno Silva Dalcolmo, em abril as admissões caíram e as demissões registraram alta, em função da crise gerada pela pandemia de covid-19. Esse efeito do início da pandemia levou o saldo de empregos formais a permanecer negativo ao longo do ano. “As admissões encolheram muito, chegaram a 40% do volume normal, durante o mês de abril. E houve pico de demissões também. Isso abriu um déficit grande no mês de abril. A partir daí, podemos notar uma progressiva retomada do ritmo normal da economia. Mas como as empresas demitiram muito durante o mês de abril e depois já estavam muito enxutas, é natural que as demissões perdessem ritmo”, disse.

Atualmente, acrescentou o secretário, as contratações estão em crescimento. “No momento de reabertura da economia, de retomada forte como está acontecendo agora, isso documentado por gastos de cartão de crédito, de energia elétrica, falta de matéria-prima, é natural que as admissões crescessem em ritmo mais forte do que as demissões”, acrescentou.

Recuperação de empregos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que até o fim do ano é possível recuperar os empregos perdidos no início da pandemia de covid-19. Para o ministro, ao observar o saldo acumulado do ano até outubro, negativo (mais demissões que contrações) em menos de 200 mil (171.139), é possível prever que 2020 terminará sem perdas de empregos. “A pandemia atingiu tragicamente as famílias brasileiras, derrubou os empregos, atingiu pessoalmente todos nós. Mas reagimos com resiliência, soubemos fazer o distanciamento social para proteger as nossas vidas e, ao mesmo tempo, manter a economia girando para proteger os nossos empregos e nossas empresas. E podemos terminar o ano perdendo zero de empregos no mercado formal. Nesta recessão, que nos jogou ao fundo do posso, não perdemos o rumo, nos levantamos, e estamos criando empregos em alta velocidade”, disse, ao participar do início da coletiva virtual para a apresentação dos resultados do Caged.

Guedes acrescentou que o resultado foi tão bom que pode não ser possível melhorar. “A notícia é extraordinária. É tão boa que é difícil melhorar. Acho que não vamos conseguir criar ainda mais empregos. Mas só a indicação de que podemos terminar o ano com zero, é extraordinário”, ressaltou.

O ministro reforçou que a economia brasileira segue em rápida recuperação. “Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês. A economia continua retornando em V [rápida recuperação], gerando emprego em um ritmo acelerado”, disse Guedes.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana