conecte-se conosco



Polícia

Bandidos sequestram advogado e levam Hilux, mas são perseguidos e presos em VG

Publicado

em

Dois criminosos foram presos nesta terça-feira (4) em Várzea Grande após render um advogado de 61 anos,  proprietário de uma caminhonete Toyota Hilux, sequestra-lo e roubar o veículo. Jean Carlos Barbosa, 30, e Cleiton da Paixão Souza de Jesus, 35, foram autuados por roubo, extorsão, lesão corporal e formação de quadrilha.

 

A vítima foi rendida na avenida Fernando Côrrea da Costa, em Cuiabá, quando os bandidos anunciaram o roubo e obrigaram que o advogado dirigisse o veículo sob ameaça de morte.

Testemunhas viram o momento da abordagem e acionaram a Polícia Militar.

Uma equipe policial de Várzea Grande se deparou com o veículo de com as mesmas características na Rodovia dos Imigrantes. Foi então que teve início uma perseguição à caminhonete, que parou na entrada do Distrito do Bom Sucesso. Com os criminosos os policiais só encontraaram uma faca e um facão.

Depois de presos, Jean e Cleito relataram aos policiais que no HB20 estavam dois comparsas e que tinham informações sobre a vítima para fazer o roubo.A vítima relatou que além da dupla, havia outro comparsa num Hyundai HB20 dando apoio ao roubo. Conforme ele, durante o sequestro a todo o momento os ladrõees questionavam se a Hilux tinha rastreador.

Outra equipe iniciou buscas para encontrar os outros criminosos. Segundo a Polícia Militar, os ocupantes do HB20 abandonaram o carro numa região de chácara do bairro São Simão e fugiram em meio ao matagal. Sem registro de roubo ou furto, o veículo constava como propriedade de uma locadora, que apresentou documentos de venda do HB20.

O advogado foi resgatado e reclamava de fortes dores nos ombros por conta da força que os criminosos usaram para rendê-lo. Diante dos fatos, a dupla foi encaminhada à Central de Flagrantes. A Hilux foi recuperada e o HB20 apreendido.

 

Por Gazeta

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia

Policiais fecham comércio de salgados utilizado para o jogo do bicho

Publicado

em

Nesta quinta- feira(26) policiais militares do 1º Batalhão prenderam um homem de 55 anos por exploração e prática ilegal de jogos de azar, em Cuiabá. O suspeito que é comerciante  de salgados utilizava o estabelecimento para  o jogo do bicho. Máquinas de cartão, notas promissórias e mais de R$ 2,6 mil foram apreendidos na ação da PM.

 

Por volta das 11 horas, a equipe de policiais foi acionada via 190 para checar uma denúncia de que um vendedor de salgado estaria utilizando o local para a exploração de jogos de azar(jogo do bicho) no bairro Areão.

 

A PM foi até o local denunciado e na checagem encontrou folhetos com a tabela de jogos, máquina de cartão, caderno de anotações com os jogos  e R$ 2,6 mil em dinheiro. Em depoimento aos policiais, o suspeito confessou o crime e disse que a máquina de cartão apreendida seria da empresa controla o jogo do bicho, por isso o aparelho não possui o nome da marca.

 

O suspeito recebeu voz de prisão e todo o material encontrado foi apreendido pela PM. Os policiais identificaram que no caderno localizado estava estampada a palavra jogo e havia anotações de apostas recentes como uma realizada no último dia 19 no valor R$ 4 e na data de ontem(25.11) no valor de R$ 12.

 

O homem foi conduzido à delegacia. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana