conecte-se conosco



Várzea Grande

Após ofensas, coordenadores de Flávio Vargas pedem que servidor da prefeitura de Cuiabá cesse ataques virtuais

Publicado

em

Após inúmeras ofensas ao candidato a prefeito de Várzea Grande, Flávio Frical (PSB)  e seus coordenadores, o servidor público da prefeitura de Cuiabá, William Sidney, foi notificado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), para cessar os ataques virtuais, ao empresário.

Como em qualquer pleito eleitoral, os ataques entres grupos adversários são comuns, mas este ano em Várzea Grande, membros ligados às majoritárias estão intensificando as brigas nas redes sociais e principalmente em grupos de Whatsapp.

 

Descontentes com os materiais que vêm surgindo contra o candidato Flávio Vargas (PSB), coordenadores de sua campanha e candidatos a vereadores têm processado geral. Um dos alvos de Vargas é o funcionário da Policlinica do Verdão, William Sidney Araújo, que de acordo com fontes desta coluna já coleciona uma dezena de processos no TRE-MT.

Coordenadores e dirigentes do partido de Vargas, prometem não dar trégua para os opositores e devolver na mesma “moeda”, ofensas pessoais e ataques em redes sociais.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Liminar estabelece prazo para regularização de cemitérios em VG

Publicado

em

A Justiça acolheu pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e estabeleceu o prazo de 180 dias para regularização das atividades desenvolvidas em cinco cemitérios localizados em Várzea Grande. A obrigação deverá ser cumprida pelo Município, em relação aos cemitérios São Francisco, Capela do Piçarrão, Recanto da Saudade e Costa Verde, e pela empresa Betânia Empreendimentos Imobiliários Ltda, mantenedora do cemitério Recanto da Paz.

De acordo com a decisão, os requeridos deverão obter junto ao órgão ambiental competente as licenças ambientais dos cemitérios. Terão ainda que apresentar análises das águas subterrâneas para verificar a ocorrência de contaminação, devendo as amostras serem coletadas a montante e a jusante do fluxo de escoamento preferencial da superfície freática, além de elaborar e implementar programa de monitoramento do lençol freático.

A comprovação do cumprimento integral das determinações fixadas na decisão deverá ocorrer no prazo de 180 dias, sob pena de pagamento de multa diária no valor de R$ 1 mil. A liminar foi concedida ao Ministério Público Estadual nesta terça-feira (01), pelo juiz Rodrigo Roberto Curvo.

Segundo o MPMT, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA) realizou visita preventiva nos cinco cemitérios e constatou várias irregularidades, entre elas, a operação sem as devidas licenças ambientais e a falta de monitoramento do lençol freático.

“É incontroverso que a ausência de licenciamento ambiental dos cemitérios ativos gerenciados pelo tanto pelo Município de Várzea Grande, quanto pela Betânia Empreendimentos Imobiliários Ltda acarretam inúmeros riscos ao meio ambiente. O Município de Várzea Grande é responsável pela tutela do meio ambiente, de modo que não pode se omitir no licenciamento ambiental dos cemitérios públicos”, destacou a promotora de Justiça Maria Fernanda Corrêa da Costa, em um trecho da ação.

 

Da Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana