conecte-se conosco



Polícia

Após festa, tenente da PM ‘surta’ e mata colegas

Publicado

em

Um sargento e um cabo da Polícia Militar morreram e um major e um borracheiro ficaram feridos na madrugada desse sábado (5) ao serem baleados dentro de um carro na rua Monte Horebe , no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte.

O autor dos disparos seria um tenente, identificado como Joselito Pessoa Anselmo que estava com o grupo no Voyage, de cor prata e placa PHO-2296, que pertence à PM.

Segundo a polícia, os cinco ocupantes voltavam de uma festa, na casa de show “Alambique”, quando houve o tiroteio. Conforme depoimento de Robson Almeida, um dos sobreviventes, o tenente teria surtado, sacado a arma e atirado contra os colegas.

Robson travou luta corporal e conseguiu desarmar Pessoa, jogando a arma para um terreno no próximo, mas não antes de eles atingir os PM’s. No confronto ele acabou sendo baleado na mão, mas conseguiu correr e pedir ajuda.

O condutor do veículo, o sargento Edzandro Santos Lousada, 40, foi baleado na nuca e morreu no SPA do Galileia. O cabo Grasiano Monteiro Negreiros que levou um tiro na cabeça e outro no tórax e morreu no local. E o major Lurdenilson De Paula, 40, foi atingido na coluna cervical e pode ficar tetraplégico. Ele está no Pronto-socorro João Lúcio.

Joselito foi preso e na delegacia apresentou outra versão para o crime. O tenente contou que enquanto estava com as vítimas, um Honda Civic apareceu e começou a atirar contra eles, porém, uma perícia realizado no carro derrubou a história dele.

De acordo com Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o laudo mostrou que nenhum tiro foi disparado de fora para dentro, todos ocorreram de dentro pra fora, o que confirma a versão de Robson.

Diante dos fatos, Anselmo deve permanecer detido e vai responder por quatro crimes, sendo homicídio qualificado consumado por motivo torpe e homicídio tentado doloso.

Polícia

Gado furtado em Nova Brasilândia é localizado em Santo Afonso

Publicado

em

Vinte cabeças de gado furtadas de uma fazenda no município de Nova Brasilândia (215 km ao sul) foram recuperadas em Santo Afonso neste domingo (17), após investigação iniciada pela equipe da Delegacia da Polícia Civil de Chapada dos Guimarães. A recuperação do gado furtado contou com apoio da Delegacia de Tangará da Serra e uma pessoa foi detida por receptação.

Durante investigação para apurar o furto, os investigadores obtiveram a informação de que o gado furtado estava sendo comercializado na região de Tangará da Serra. Em diligências na região, os policiais civis chegaram à propriedade de um homem de 36 anos, que informou ter adquirido bovinos cuja marca é a mesma da fazenda de Nova Brasilândia. Na pastagem da propriedade foram localizadas apenas 20 fêmeas.De acordo com o delegado de Chapada dos Guimarães, Alexandre Nazareth, foi instaurado um inquérito para apurar o furto à fazenda em Nova Brasilândia ocorrido no dia 11 de janeiro, quando 36 cabeças de gado bovino foram furtadas da propriedade.

O dono da propriedade foi encaminhado à delegacia e autuado por receptação.

A investigação sobre o furto de gado na propriedade em Nova Brasilândia prossegue para identificar os envolvidos. O delegado Alexandre Nazareth informou que, ao todo, foram levados em diversos carregamentos da propriedade 120 cabeças de bovinos.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana