conecte-se conosco



Cuiabá

Ano bissexto ajuda Mato Grosso a aumentar a arrecadação

Publicado

em

Boletim Impostômetro Fecomércio-MT: Ano bissexto ajuda Mato Grosso a aumentar a arrecadação

Até a última sexta-feira do mês de fevereiro, dia 28, Mato Grosso já contabilizou mais de 6,7 bilhões de reais recolhidos aos cofres do estado através dos tributos municipais, do próprio estado e da União. A informação é do Boletim Impostômetro da Fecomércio-MT, que lembra ainda que 2020 é ano bissexto, ou seja, um dia a mais para o governo estadual aumentar sua arrecadação.

O valor aproximado recolhido no ano passado foi atingido somente no dia 02 de março. O boletim reforça que a maior parte dos tributos vem da circulação de produtos e serviços (ICMS) e sobre a renda, através do Imposto de Renda (IR).

Se comparado com os mesmos dias do ano passado, o estado arrecadou R$ 185 milhões a mais. Agora, com mais um dia no calendário de 2020, é esperado que Mato Grosso recolha aproximadamente R$ 100 milhões somente no dia 29 de fevereiro.

Apesar de contribuir com apenas 1,25% do total arrecadado no país, o que o torna o 13º estado com a maior arrecadação, Mato Grosso ajudou o país a contabilizar mais de R$ 460 bilhões pagos em tributos. A maior parte da arrecadação nacional é proveniente de  São Paulo (37,39%) e, depois, com um percentual bem menor, Rio de Janeiro (13,78%).

O Impostômetro considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos: impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária. Ele serve para conscientizar a população sobre a alta carga tributária e incentivá-las a cobrar os governos por serviços públicos de mais qualidade.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Tempo de integração do transporte coletivo passa a ser de duas horas a partir desta quarta-feira (01)

Publicado

em

Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que a partir desta quarta-feira, 1º de abril, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro na busca de soluções efetivas no enfrentamento ao coronavírus e tendo como premissa evitar prejudicar à população, que o tempo de integração dos usuários do transporte coletivo, passa a e a ser de duas horas, um acréscimo de 30 minutos por viagem. Por meio de decreto, a gestão municipal deliberou pelo veo ao transporte público, no período de 23 de março a 5 de abril, em decorrência do risco de disseminação do novocoronavírus. No entanto, medidas judiciais determinaram que o atendimento fosse garantido com 30% da frota em atividade.

De acordo com o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, após a decisão judicial, ficou estabelecido o serviço seria retomado. Hoje, temos 110 veículos circulando e a nossa equipe de fiscalização não conseegue atender a toda demanda. Por isso, nós estamos atuando em conjunto com a Secretaria de Ordem Pública no que diz respeito à fiscalização.

Ele pondera ainda que outro fator que deve ser considerado é o fato de que “Cuiabá está com 30% da frota em circulação, enquanto Várzea Grande com 50%, o que ocasiona essa superlotação, principalmente nos horários de pico, que precisam fazer a integração. Acredito que com esse aumento do tempo, esse problema será solucionado”, pontuou Antenor.

O secretário fez questão de pontuar um grande avanço já alcançado pela Prefeitura. Segundo levantamento, a Capital foi o único município que conseguiu atingir 92% de desistência dos usuários do transporte coletivo. Em dias normais, eram transportados 240 mil usuários, nesse momento já transportamos no máximo 18 mil usuários.

“O prefeito  Emanuel Pinheiro sempre reitera que  nesse momento de crise, temos de seguir medidas drásticas, para  garantia da vida, da saúde. Ficar em casa, manter o isolamento social é muito importante”, pontuou.

Com relação a orientação voltada especialmente para os idosos, é que eles continuem ficando em casa, sendo essa a melhor forma de prevenção. Apesar da gratuidade oferecida para esse público do transporte coletivo, sendo necessária apenas a apresentação do documento de identificação para comprovação da idade, fica difícil impedir que esse público faça uso do transporte.

“Nesse sentido, estaremos apresentando ao prefeito um plano de ação para colocar um agente em cada veículo, tanto da Semob como da Ordem Pública. Estamos trabalhando diuturnamente para garantir a saúde de todos. Vamos sair dessa tempestade com resultados exitosos. A Prefeitura de Cuiabá está trabalhando e pede a colaboração e compreensão de toda sociedade”, concluiu o prefeito Emanuel Pinheiro.

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana