conecte-se conosco



Cultura

Agora é lei, “Lambadão Cuiabano” é Patrimônio Cultural e Imaterial da Capital

Publicado

em

Aline Barbosa

Todo cuiabano de raiz já dançou ao ritmo da música: “Ei amigo/ toque uma lambada/ que eu to querendo me esquentar/ vou entrar agora na folia/ só vou pra casa quando o dia clarear/ eu encontrei/ alguém que eu mais queria/ vou entrar na brincadeira / até amanhecer o dia”, agora esse “hino” e outras manifestações culturais que envolva o lambadão cuiabano é patrimônio cultural e imaterial, devido a Lei N° 23/2017, do vereador Mário Nadaf (PV), aprovada nesta quinta-feira, 02, na Câmara Municipal de Cuiabá.

O vereador e pré-candidato a deputado estadual disse que essa ação tem o objetivo de levar o reconhecimento público dessa tradição popular, assim, como homenagear o ‘Rei do Lambadão’ Chico Gil.“ O Lambadão é típico nas comunidades cuiabanas. Esse estilo musical surgiu com os músicos que tocava o rasqueado mato-grossense nos salões de dança como o ‘Canecão’ na década de 80, eles aceleraram os compassos e depois de várias metamorfoses, resultou o lambadão, que possui a identidade do rasqueado elétrico. O dia a ser comemorado é a data de aniversário do Chico Gil, 10, de setembro”, declara o vereador.

A popularidade desse estilo musical no país ocorreu no ano de 1999 quando a banda de poconé Estrela Dalva foi no programa do Ratinho na emissora do SBT e fizeram uma apresentação destacando toda a “sensualidade pantaneira”. Mesmo após 19 anos o vídeo no youtube possui 94 mil visualizações.

O cantor de Poconé Chico Gil que na verdade se chama Francisco da Guia Souza, gravou quatro cds, porém, o último não chegou a ser lançado oficialmente devido a sua morte no ano,  2000, em um acidente de carro. Antes de ser famoso foi pedreiro, carpinteiro, garimpeiro e nunca estudou música nem técnica vocal. Mesmo após anos do seu falecimento as suas canções, são populares quando se trata desse estilo musical.

O pré-candidato ressalta que essa lei segue os princípios da Convenção da Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial adotada pela UNESCO em 2003. “O lambadão de Cuiabá abrange as expressões culturais e as tradições de uma geração de ancestralidade. Faz parte da identidade cultural mato-grossense, tão quantos outros ritmos, como o rasqueado, o siriri e o cururu”, declara Mário Nadaf.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cultura

Resultado do edital Circuito de Mostras e Festivais está disponível em site da Secel

Publicado

em

O resultado preliminar do edital Circuito de Mostras e Festivais foi divulgado nesta sexta-feira (27.11) pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Com recursos de R$ 3,4 milhões para atender 36 projetos, a seleção pública recebeu ao todo 196 inscrições. A lista com a relação de projetos selecionados, classificados e inabilitados está disponível no site www.cultura.mt.gov.br/editais.

O certame é um dos cinco abertos pela Secel para execução da Lei Aldir Blanc em Mato Grosso e visa promover festivais, mostras, exposições coletivas, seminários, festividades e atividades formativas, desde que dentro de um ou mais segmentos culturais. As ações serão feitas de forma on-line ou ainda presencialmente caso haja possibilidade de segurança sanitária e seja devidamente autorizado pelos órgãos e decretos locais.

Puderam se inscrever eventos com e sem edições passadas. Aos projetos de continuidade estão previstos valores de R$ 100 mil e R$ 200 mil, variando de acordo com o número de produções já realizadas anteriormente. As propostas de mostras e festivais que nunca tiveram edições passadas receberão R$ 50 mil ou R$ 70 mil conforme categoria escolhida no momento da inscrição.

Visando estimular o consumo cultural de pequenos centros urbanos distantes da capital, iniciativas de proponentes residentes em municípios que tenham até 100 mil habitantes receberam pontuação na análise dos critérios para classificação. Além de aspectos norteadores como relevância e efeito multiplicador do projeto, parâmetros sociais e econômicos também garantiram pontuação, dentre eles renda, coletividade, participação de pessoas com deficiência e de proponentes que expressam identidade de gênero feminino.

Para os proponentes que desejam solicitar a reavaliação, o prazo é até terça-feira (01.12), considerando os dois dias para recursos previstos em cronograma. O pedido deve ser feito por escrito com o envio dos itens ou documentos que fundamentam o recurso ao email [email protected] Mais informações sobre pontuação e demais elementos da seleção também devem ser solicitados pelo mesmo endereço de mensagem.

Já o resultado preliminar do edital MT Nascentes precisou ser adiado mais uma vez devido à necessidade de avaliação criteriosa em cerca de 1.200 propostas recebidas. A divulgação da lista de projetos selecionados, classificados e inabilitados ocorrerá no domingo (29.11), conforme retificação.

Serviço

Edital Circuito de Mostras e Festivais

Resultado preliminar: AQUI

Período para recurso: 30/11 e 01/12

E-mail para informações e envio de recurso: [email protected]

Obs.: a lista de projetos selecionados pode variar após o julgamento dos recursos

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana