conecte-se conosco



Cuiabá

Ações de fiscalização apuram exercício ilegal de educadores físicos e fraudes em postos de combustíveis

Publicado

em

Dando continuidade nas fiscalizações de proteção ao consumidor em Cuiabá, as Instituições com funções específicas realizam diligências, com objetivo de proporcionar ao cidadão, produtos de qualidade e serviços em conformidade com a legislação. Em duas ações distintas, um dos trabalhos visava apurar o exercício ilegal de educadores físicos e outro foi desencadeado para identificar fraudes em postos de combustíveis.

O trabalho é realizado pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), em conjunto com o Conselho de Educação Física, Procon Municipal e Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem).

Duas ações foram deflagradas pelas equipes, com objetivo de averiguar denúncias anônimas. A primeira ocorreu na noite de quarta-feira (24.10), no Parque das Águas. A segunda fiscalização aconteceu na manhã de quinta-feira (25.10), em um Posto de Combustível. Em ambas ações operacionais, nenhuma pessoa foi conduzida.

No Posto de Combustível alvo da fiscalização, os servidores do Ipem verificaram que os bicos de combustíveis fiscalizados não apresentavam irregularidades.No Parque das Águas, localizado no Centro Politico Administrativo, foram feitas checagem para identificar profissionais de educação física não habilitados atuando no local. Na ocasião, todos os abordados estavam de acordo com a lei.

O delegado da Decon, Antonio Carlos de Araújo, falou da importância do trabalho de fiscalização, realizado para identificar possíveis irregulares. “Essas diligências integradas colaboram para inibir a cometimento de possíveis condutas criminosas”, destacou Araújo.

Cuiabá

Repórter do Cadeia Neles registra BO contra colega após ameaça

Publicado

em

O repórter Franciel Almeida da TV Vila Real e o colega Giovane Júnior do SBT, se desentenderam durante uma pauta, na noite desta quinta-feira (04).

Profissionais de emissoras renomadas na capital, se desentenderam e um boletim de ocorrência foi registrado.
Franciel acusa Giovane de ameaça, injúria e difamação. Repórter da Vila Real, ele diz ter sido ameaçado e agredido pelo colega de profissão.
Ambos foram conduzidos para Central de Flagrantes após se desentenderem.
A confusão começou quando Giovane, chegou para uma reportagem e não gostou da forma como Franciel olhava e apontava para o veículo da TV.

Em seguida as ameaças verbais e palavrões foram desferidos, tudo foi testemunhado pelo Tenente Marcos de Melo.

 

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana