conecte-se conosco



Variedades

Abertas as inscrições para a 4ª prova de produção de leite a pasto de raças zebuínas leiteiras

Publicado

em

Criadores de bovinos das raças zebuínas leiteiras Gir Leiteiro, Guzerá, Sindi e seus cruzamentos já podem se inscrever na 4ª Prova Brasileira de Produção de Leite a Pasto do Zebu Leiteiro no Centro de Tecnologias para Raças Zebuínas Leiteiras (CTZL), da Embrapa Cerrados (DF). Coordenada pelo centro de pesquisas e pela Associação Criadores de Zebu do Planalto (ACZP), a prova zootécnica tem como objetivo o melhoramento genético das raças zebuínas de aptidão leiteira por meio da identificação de matrizes, dentro de grupos contemporâneos de cada raça, com potencial genético para a produção de leite a pasto.

Com duração de 12 meses, sendo dois de adaptação (com dieta alimentar ajustada para o período) e 10 de avaliação a pasto, em condições encontradas nas propriedades rurais do Brasil Central, a prova será realizada no CTZL, localizado na DF 180, Km 64 s/n. Recanto das Emas (DF).

Serão identificadas as melhores novilhas das raças Gir Leiteiro, Guzerá e Sindi e seus cruzamentos que, em 305 dias de lactação em pasto rotacionado com suplementação, se destacarem nos atributos: produção de leite, reprodução, idade ao parto, qualidade do leite, persistência de lactação e avaliação morfológica. As lactações serão controladas mensalmente de acordo com o regulamento do Controle Leiteiro da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

Os animais serão classificados de acordo com os dados apresentados em um índice (fenotípico) formulado pela ABCZ, constituído por diferentes pesos para as seguintes características: produção de leite (40%), reprodução (15%), idade ao parto (5%), gordura (5%), contagem de células somáticas (5%), proteína (5%), conformação (10%) e persistência de lactação (15%).

São ofertadas 20 vagas para novilhas da raça Gir Leiteiro, 12 para novilhas da raça Guzerá, 12 vagas para novilhas da raça Sindi e seis para novilhas de cada cruzamento. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de chegada das inscrições. Cada criador ou proprietário pode inscrever até dois animais de cada raça. É possível a inscrição de uma terceira novilha a título de fila de espera, caso as vagas totais não sejam preenchidas, considerando-se a ordem de inscrição. Deve-se evitar a inscrição de animais meio irmãos.

Para participarem da prova, os animais precisam atender aos seguintes requisitos: as novilhas Gir Leiteiro, Guzerá e Sindi devem ser registradas na ABCZ nas categorias puro de origem (PO) ou livro aberto (LA); serem primíparas com idade máxima de 46 meses na data do parto; e estarem obrigatoriamente gestantes, sendo o parto efetivado dentro do período de adaptação.

As novilhas deverão parir no período de 09/01/2019 a 28/02/2019, de acordo com os períodos limites de parição estabelecidos pela ABCZ. Para isso, devem ter sido inseminadas ou cobertas entre os dias 20/03/2018 a 19/04/2018. A entrada dos animais na área da prova deve ocorrer de 24/10/2018 a 29/10/2018.

Os interessados devem encaminhar as inscrições dos animais à ACZP pelo e-mail[email protected]. A taxa de inscrição por novilha é de R$ 2.500, divididos em seis pagamentos mensais. O pagamento deve ser realizado por meio de boleto bancário enviado pela ACZP. Após o pagamento, o proprietário deverá enviar a ficha de inscrição assinada e cópia do Registro Genealógico da novilha para o e-mail[email protected].

Regulamento da Quarta Prova Brasileira de Produção de Leite a Pasto do Zebu Leiteiro

Fonte: Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Variedades

MDB, PSDB e DEM vão governar a metade das capitais brasileiras

Publicado

em

Três partidos vão comandar a metade das capitais brasileiras a partir de 2021. O MDB venceu em cinco das sete que disputou neste domingo, no segundo turno das eleições municipais. PSDB e DEM comandarão quatro cada, já somadas as vitórias no primeiro turno.

O MDB reelegeu neste domingo o prefeito de Cuiabá (MT), Emanuel Pinheiro. Já o vice-prefeito Arthur Henrique, em Boa Vista (RR), levou a legenda ao recorde de votos válidos neste segundo turno em uma capital, ao conquistar o apoio de mais de 85% dos eleitores.

Em Goiânia (GO), o MDB venceu com o ex-governador Maguito Vilela, internado há mais de um mês em São Paulo com Covid-19. O partido ganhou ainda em Porto Alegre (RS), com o deputado estadual Sebastião Melo, e em Teresina (PI), com ex-deputado estadual Dr. Pessoa.

O PSDB, que já havia reelegido dois prefeitos, manteve o comando dos municípios de São Paulo (SP), com Bruno Covas, e de Porto Velho (RO), com Hildon Chaves. O DEM, com três vitórias no primeiro turno, agora ganhou no Rio de Janeiro (RJ), com o ex-prefeito Eduardo Paes.

O PDT reelegeu o prefeito de Aracaju (SE), Evaldo Nogueira, e ganhou em Fortaleza (CE). Também governarão duas capitais o PSB, com os deputados João Campos, em Recife (PE), e JHC, em Maceió (AL); o PP, em João Pessoa (PB) e em Rio Branco (AC); e o PSD, após vitórias no primeiro turno.

Outros quatro partidos – Avante, Podemos, Psol e Republicanos – governarão em 2021, respectivamente, as capitais Manaus (AM), São Luís (MA), Belém (PA) e Vitória (ES). As legendas com as maiores bancadas na Câmara dos Deputados, PT e PSL, não conquistaram nenhuma capital.

Das 26 capitais brasileiras, somente em Macapá, devido a um apagão resolvido apenas na terça-feira (24), não houve eleição. O primeiro turno na capital do Amapá será em 6 de dezembro; o segundo, se necessário, no dia 20.

Outras cidades
O segundo turno ocorreu ainda em 39 dos 95 municípios com mais de 200 mil eleitores. Em quatro, todos no Rio de Janeiro (Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Petrópolis e Volta Redonda), a decisão caberá à Justiça Eleitoral.

Consideradas 91 cidades com mais de 200 mil eleitores e encerrada a apuração neste domingo, o PSDB saiu com mais vitórias, 14, sendo 8 no segundo turno. O MDB acabou com dez, cinco em cada turno. Depois vem o PSD, com sete, das quais quatro agora.

Pelo PSD, a atual vice-prefeita de Ponta Grossa (PR), Professora Elizabeth, venceu a deputada estadual Mabel Canto (PSC). Foi o único segundo turno destas eleições municipais envolvendo duas candidatas. Situação semelhante já havia ocorrido em Olinda (PE), em 2000.

No total, quatro prefeitos de capital, ante seis no primeiro turno, foram reeleitos neste domingo. O PT, legenda com mais candidatos no segundo turno (15), elegeu só quatro deles – em Contagem e Juiz de Fora, em Minas Gerais, e em Diadema e Mauá, em São Paulo.

Justificativa eleitoral
A abstenção foi recorde nestas eleições municipais, que ocorreram em meio à pandemia de Covid-19. No primeiro turno, considerando a média no País, foi de 23,1% do eleitorado. No segundo turno, atingiu 29,5%, bem acima dos 21,6% nessa mesma fase em 2016.

As pessoas que faltaram ao segundo turno das eleições municipais têm agora até o final de janeiro (60 dias) para justificar a ausência. Isso poderá ser feito por meio do aplicativo para celular e-Título, em página na internet ou pessoalmente no respectivo cartório eleitoral.

 

Reportagem – Ralph Machado

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana