Batalhão Ambiental fecha garimpo ilegal, apreende máquinas e prende quatro pessoas 

Getting your Trinity Audio player ready...

O Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) fechou um garimpo ilegal em uma Área de Preservação Permanente (APP), na zona rural de Poconé, e prendeu quatro pessoas em flagrante. Na ação, realizada nesta terça-feira (09), foram apreendidos 21 gramas de material semelhante a ouro e máquinas pesadas utilizadas no crime.

As equipes policiais se deslocaram após receberem denúncias do Ministério Público do Estado para a verificação de um ponto de degradação, nas proximidades do Distrito de Cangas.

Na região informada, os militares se depararam com uma área típica de funcionamento de garimpos ilegais e flagraram três homens realizando a extração de minérios com motor estacionário. Também foi encontrada uma máquina retroescavadeira em funcionamento próxima a uma nascente do rio. 

Questionado pelas equipes, o motorista do veículo afirmou ser o responsável pela atividade desenvolvida na área e não apresentou nenhuma documentação que permitisse a exploração e degradação da área.

A polícia constatou que os responsáveis pelo empreendimento ilegal represaram e alteraram o curso natural das águas, além da alta degradação e danos ao solo.


 

Ainda no local, foram encontrados outras máquinas utilizadas na degradação ambiental, como outro motor estacionário, rampa de lavagem de resíduos e bombas de água. 

Os suspeitos foram conduzidos para a delegacia de Poconé para demais esclarecimentos e o maquinário apreendido pelas equipes. 

As multas pelos crimes serão produzidas após ser realizada a total dimensão dos danos ambientais causados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *