Investigador morto em batida entre duas motos e picape era chefe de operações

A Polícia Civil lamentou a morte do investigador Juann Paulo Queiroz de Melo, 43 anos, que morreu em uma batida entre duas motocicletas e uma picape na manhã deste domingo (09), na zona rural de Chapada dos Guimarães.

O investigador de polícia retornava de um passeio motociclístico com um grupo de amigos, quando a moto que ele pilotava se chocou com uma picape Fiat Toro na MT-020, próximo ao assentamento Novo Mundo, no Distrito de Água Fria.

A colisão envolveu outra vítima, que também pilotova uma motocicleta. Ambos os pilotos foram a óbito ainda no local. O outro piloto foi identificado como Kelvin Felipe Jacobowski.

Juann Paulo estava lotado atualmente na Delegacia Especializada de Meio Ambiente, onde exercia a função de chefe de operações. Durante sua carreira policial, iniciada na instituição em abril de 2007, o investigador passou por diversas delegacias, entre elas a DHPP e DERF de Várzea Grande.

Colegas de trabalho afirmam que a Polícia Civil era a paixão e vocação de Juann Paulo. Aos familiares, colegas e amigos do investigador, a Polícia Civil e todo seu corpo diretivo estende condolências por esse momento doloroso.

Velório

O corpo do investigador está sendo velado na Capela Funerária Santa Rita (sala 1), a partir de 1h desta segunda-feira (10). A capela está localizada na Rua Miranda Reis, bairro Poção, na capital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *