Adolescente de 17 anos foi executada e teve corpo desovado por fazer gesto de facção criminosa

Policiais da Delegacia de Sorriso prenderam nesta sexta-feira (07) uma das envolvidas no assassinato de uma adolescente de 17 anos identificada como Maria Shamilly Carvalho, encontrada morta no último domingo. Ela foi assassinada com tiros na cabeça.

Leia também: Jovem de 17 anos é assassinada com tiros na cabeça e tem corpo jogado perto de córrego

O corpo de Maria Shamilly Carvalho Silva, de 17 anos, foi encontrado na manhã de domingo, em uma área de mata no bairro Jardim Amazônia. No local foi encontrada uma motocicleta Honda Bros vermelha e alguns pertences, como um par de calçados e uma bolsa preta feminina. A vítima apresentava perfurações de arma de fogo na cabeça.

A família da adolescente informou que ela estava desaparecida desde a noite de sábado. A mãe procurou a delegacia e informou que a filha não havia retornado e quando soube da localização da motocicleta confirmou ser o veículo da adolescente e identificou a vítima.

A equipe de investigação da Divisão de Homicídios iniciou as diligências e conseguiu identificar uma das envolvidas no homicídio da adolescente.

Diante da materialidade e indícios apontados, o delegado Bruno França representou ao Poder Judiciário pela prisão temporária de B.O.S., de 19 anos, presa nesta sexta-feira em uma residência no Jardim das Américas, em Sorriso. Na casa, os policiais apreenderam duas peças de roupas, as mesmas que ela utiliza no dia do crime.

As diligências seguem para identificar os outros envolvidos no assassinato da adolescente que foi morta porque havia feito uma foto com sinais que supostamente foram interpretados como sendo de alusão a uma facção criminosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *