‘Deveria pedir afastamento’, diz Maysa Leão sobre vereador investigado pela PF por lavagem de dinheiro

A vereadora Maysa Leão (Republicanos) utilizou a Tribuna da Sessão Ordinária desta quinta (06.06) para abordar a operação Ragnatela, que investiga o envolvimento de um vereador e servidores da Câmara Municipal com o crime organizado. De acordo com a parlamentar, enquanto não for esclarecido, o fato ‘mancha o nome da casa’.

“Eu diria para ele pedir o afastamento. Até porque, enquanto ele não esclarecer os fatos, ele mancha o nome desta casa. <…> já falaram pra mim que eu tenho que tomar cuidado quando eu subo na tribuna, cuidado com as minhas palavras, cuidado com o combate que venho fazendo”, revelou a vereadora Maysa no plenário.

Durante a sua fala, a republicana Maysa Leão, lembrou a sua trajetória de vida, atrelada a ética e valores morais, e declarou que não se intimida com as ameaças atreladas ao seu posicionamento combativo: “Sou eu que tenho que tomar cuidado para não me acostumar a assistir atos ilícitos”.

“Quando você entra pra política, você tem que se lembrar todos os dias o que são princípios éticos e valores morais. Você tem que se lembrar todos os dias o que é legalidade. <…> é assim que eu seguirei. Meu pai, minha mãe e meus filhos jamais vão se envergonhar de mim”, pontuou a republicana.

“Eu não vou passar a mão na cabeça de vereador e de quem quer que seja, jamais”, finalizou a vereadora Maysa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *