Vereador afirma que duplicação da Imigrantes dificulta acesso de moradores

O vereador Rogerinho da Dakar (PSDB) pede uma revisão do projeto de duplicação da Rodovia dos Imigrantes (BR-070), sob a justificativa de que moradores da região da Rota do Peixe, que corresponde ao Distrito de Bonsucesso, serão prejudicados pelo projeto. Conforme o parlamentar, após as obras, moradores e empresários locais terão maior dificuldade em acessar o centro da cidade industrial.

Em entrevista exclusiva ao MT de Fato, Rogerinho explicou que com a obra a população do bairro Souza Lima, por exemplo, ficará refém de um trajeto de ao menos 10 quilômetros até o mais próximo contorno que dará acesso à região central de Várzea Grande. Com isso, o vereador sugere a criação de uma trincheira que possa facilitar o deslocamento da população.

“O projeto é maravilhoso, mas houve um detalhe que esqueceram ali que é a região do Bonsucesso, do Souza Lima, a nossa famosa Rota do Peixe. Onde as pessoas que vão do centro para Bonsucesso, ficou perfeito o trajeto. Mas as pessoas que estão no Bonsucesso e querem vir para o centro de Várzea Grande, o primeiro contorno vai ser após a ponte do Rio Cuiabá, ou seja, as pessoas terão que andar 5 quilômetros para ir e 5 para retornar do centro da cidade. Então, nós estamos pedindo que seja feito uma trincheira, para que as pessoas possam passar debaixo da rodovia, ou até mesmo sendo feito uma marginal ao lado, para que as pessoas não precisem dar toda essa volta”, explicou o parlamentar.

O vereador conta que já recebeu reclamações de empresários da região e por isso chegou a organizar um abaixo assinado em que obteve 400 assinaturas da população local que pede por facilitação ao acesso ao centro de Vêge.

“Já reunimos com vários empresários, moradores da região, fizemos um abaixo assinado, que tem por volta de 400 assinaturas, já conversamos com o ex-senador Cidinho, ele se colocou à disposição e falou que foi importante essa observação nossa”.

Em conversa com o senador Jayme Campos (União) e com o ex-senador Cidinho Santos, que atua como diretor da Rota do Oeste, concessionária responsável pela fiscalização e regulamentação da via, o parlamentar afirma que busca encontrar uma resolução para a situação. Em âmbito municipal, Rogerinho destaca que já solicitou para o final de junho uma audiência pública para debater o projeto e apresentar soluções aos empresários e moradores que dependem da rodovia todos os dias.

Duplicação da Imigrantes

As obras de duplicação da BR-070 já estão em processo de execução em Cuiabá e Várzea Grande, sob o comando do Governo de Mato Grosso.

Com um investimento previsto de R$ 600 milhões, a obra abrange a duplicação de 28,1 quilômetros da rodovia, a recuperação da pista antiga, a construção de cinco viadutos, pistas marginais, retornos em nível, acesso estruturado à comunidade de Bonsucesso e a duplicação da ponte sobre o Rio Cuiabá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *