“Vamos encontrar vivo ou morto”, diz Mauro Mendes sobre buscas por criminoso que matou sargento da PM a tiros

O governador Mauro Mendes afirmou que Raffael Amorim de Brito, de 28 anos, será encontrado vivo ou morto pelas forças de segurança. A fala foi dita durante o velório do sargento da PM, Odenil Alves Pedroso, de 47 anos, que foi executado com tiros na cabeça nesta semana em Cuiabá.

Na noite de quarta-feira (29), três criminosos morreram em um confronto com policiais militares em Sinop. Eles teriam dado apoio para Raffael.

Mendes afirmou que Raffael será localizado vivo ou morto. Ressaltou ainda que, caso ele entre em confronto com policiais, os agentes irão reagir. O governador parabenizou ainda a Polícia Civil pela rápida identificação da identidade do criminoso.

“Estão todos na caça dele, a Polícia Civil, Polícia Militar, as inteligências das polícias. Nós vamos encontrar ele vivo ou morto e quando encontramos, vamos dar uma resposta. A ordem é investigar e prender mas se resistir vai enfrentar as nossas forças preparadas”, disse Mendes.

Execução do PM

Ele prestava serviço na Unidade de Pronto Atendimento no bairro Morada do Ouro quando um motociclista passou pelo local e disparou contra o policial, que foi atingido na cabeça na terça-feira (28).

Odenil chegou a ser socorrido por populares e levado até a UPA onde recebeu os primeiros atendimentos. Posteriormente ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

Ele realizou uma cirurgia de emergência mas não resistiu aos ferimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *