Sargento da PM que levou tiro em frente a UPA não resiste e morre em Cuiabá

A Polícia Militar confirmou a morte do sargento Odenil Alves Pedroso, de 47 anos, que foi baleado na cabeça em frente à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Morada do Ouro, em Cuiabá, na tarde desta terça-feira (28).

O militar passou por cirurgia e não resistiu aos ferimentos, ele chegou a ser levado Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) por um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer).

Odenil era lotado no 3º Batalhão da Polícia Militar em Cuiabá. Ele era natural de Rosário Oeste (104 km de Cuiabá) e ingressou na corporação em 1998.

O comandante-geral da PMMT, coronel Alexandre Corrêa Mendes, lamenta o assassinato do policial militar e transmite as mais sinceras condolências aos familiares do sargento, bem como aos colegas de farda e amigos que enfrentam esta dolorosa perda.

“Lamentamos profundamente esse brutal e covarde assassinato a um colega de farda, que sempre honrou a instituição em que serviu. Toda a tropa está enlutada e estamos inteiramente unidos neste momento de dor, prestando todas as assistências aos familiares e reforçando o nosso trabalho, nas buscas destes criminosos que agiram covardemente”, afirmou.

A Polícia Militar informa que, em conjunto com todas as demais forças de segurança do Estado, iniciou o trabalho de diligências para buscas aos suspeitos do crime e demais esclarecimentos sobre a morte do sargento Odenil.

As informações sobre o velório e sepultamento do sargento Odenil serão divulgadas em breve pelos familiares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *