Mineradora faz “gato” e deixa de pagar R$ 100 mil em impostos

Uma nova fase da Operação Energia Limpa, realizada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e a concessionária de energia de Mato Grosso, flagrou um esquema de desvio de energia realizado por uma empresa de mineração em Cuiabá. Com a fraude, mais de R$ 100 mil eram deixados de ser pagos em impostos ao estado.

A ligação clandestina foi descoberta após investigações conjuntas entre a Energisa e a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá, finalizadas nesta semana, na capital. A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec-MT) fez perícia no local.

Para se ter uma ideia, só o total de impostos que deixaram de ser pagos, daria para comprar mais de 15 mil quites de merenda escolar. Agora, além dos valores devidos, o acusado ainda vai ter que pagar quase meio milhão em contas atrasadas.

“Nesse trabalho, nos já identificamos outros alvos para futuras operações. É uma questão de tempo. No caso da mineradora, as nossas equipes constataram que a empresa estava consumindo parte da energia sem passar pelo medidor”, explica o gerente de combate a perdas Luciano Lima.

Prisões

Só neste ano sete pessoas foram presas por furto de energia no estado. A última prisão foi em Rondonópolis no fim de semana. A Energisa foi acionada pela Polícia Civil para averiguação de suspeita de furto de energia.

O flagrante ocorreu durante um cumprimento de mandado de busca e apreensão pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Rondonópolis. Durante a diligência, a equipe constatou o furto de energia, então os investigadores acionaram a equipe da Energisa, que fez a vistoria no local e comprovou o furto.

2 thoughts on “Mineradora faz “gato” e deixa de pagar R$ 100 mil em impostos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *