CidadesDestaque

Funcionários do Hospital Júlio Muller entram em greve

Servidores do Hospital Júlio Müller, em Cuiabá, paralisaram os serviços, decidiram aderir ao movimento grevista que pede reajuste em salários. A partir desta segunda-feira (6), a unidade não deve ter atendimentos por tempo indeterminado. Ao todo mais de 600 pessoas trabalham no hospital universitário.

O MT de Fato conversou com uma técnica de enfermagem, que preferiu não se identificar. Ela faz parte do grupo do comando de greve os servidores da empresa que gere o Júlio Muller e conforme a servidora, os acordos coletivos de trabalho são tidos sempre com muita luta e levam a dissídios coletivos.

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Mato Grosso (SINDSEP-MT), informou que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), responsável pela administração da unidade, apresentou à categoria no mês passado um reajuste salarial e de benefícios de 2,15%, o que para os trabalhadores é “vergonhoso e um assédio econômico”, além de não atender a outras reivindicações debatidas em mesas de negociação.

One thought on “Funcionários do Hospital Júlio Muller entram em greve

  • Raimunda.Souza

    Agora quero ver o que vão fazer
    RJUs fundou o HUJM valemos menos que nada ,Porque temos um salário vergonhoso a nível Federal e porque estamos lutando por Dignidade Salarial.
    Mesmo assim, mantemos mais de 30 % na cobertura dos setores essenciais
    E agora José,como vai ficar o HU??

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *