Polícia

Operação Lei Seca prende 37 condutores embriagados na região metropolitana

Durante as três edições da operação Lei Seca realizadas neste sábado e domingo (27 e 28.04) na região metropolitana, um total de 37 condutores embriagados foram presos e 159 veículos foram removidos. As abordagens foram realizadas em pontos estratégicos das avenidas Carmindo de Campos e Miguel Sutil, em Cuiabá, e na avenida Frei Coimbra, em Várzea Grande.

Os condutores presos em flagrante apresentaram teor alcoólico acima de 0,33 mg/l no aparelho do bafômetro ou se recusaram a passar pelo teste, demonstrando sinais visíveis de embriaguez, identificados pelos agentes.

Dirigir veículo embriagado é considerado uma infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 2,9 mil, suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por 12 meses, além de penalidades criminais e administrativas.

Durante as abordagens, um total de 331 condutores foram fiscalizados, sendo que 99 estavam dirigindo sob efeito de álcool ou substâncias psicoativas. Além disso, foram identificados 48 condutores sem habilitação, e duas pessoas foram presas por desacato, após ofensas e ameaças à integridade física dos agentes.

No total, foram confeccionadas 285 multas, com as principais infrações relacionadas a dirigir sob efeito de álcool, recusa ao teste de alcoolemia, falta de CNH e veículos sem registro ou licenciamento.

A operação Lei Seca é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI), e conta com a participação de diversos órgãos, incluindo o Batalhão de Trânsito (BPMTran), Polícia Militar, Delegacia de Trânsito (Deletran) da Polícia Judiciária Civil, Detran, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Polícia Penal, Sistema Socioeducativo e Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *